Apocalipse

Apocalipse – As cartas ás sete igrejas – Parte 2

OLA MOÇADA

Hoje estudaremos as cartas às sete igrejas do livro do Apocalipse.

Elas existiram, na época da igreja primitiva, hoje já não existem mais, embora algumas cidades ainda existam até hoje. Essas igrejas gentílicas, ou seja, não de origem judaicas, estavam localizadas ao longo da estrada imperial que ligava a Palestina à Roma, passando pela Grécia.

Inteligentes como vocês são! Devem estar perguntando: Por que foram escolhidas essas igrejas? E, eu, humildemente, respondo: Essas igrejas, adaptavam-se perfeitamente à mensagem profética que Jesus queria dar a elas, ou seja, TODAS as igrejas que existiram, existem ou ainda irão existir até o final dos tempos, ESTÃO INSERIDAS, na mensagem destas cartas! Perceberam a importância delas?

Outro aspecto importante: Todas as cartas são compostas dos seguintes pontos:

  1. Saudação –  Ex.: “Ao anjo da igreja…” – Anjo em hebraico é Mal’ak ou mensageiro, logo, a carta é destinada àqueles que levam a mensagem de Cristo;

  2. Auto designação: Cristo se identifica de varias formas – Ex.: “Aquele que conserva na mão as sete estrelas…”

  3. Aprovação por parte de Cristo à algumas igrejas – Ex.: “conheço as tuas obras…

  4. Condenação da parte de Cristo à algumas igrejas – Ex.: “Tenho contra ti…”

  5. Advertência por parte de Cristo – Ex.: lembra-te de onde caíste…”

  6. Exortação por parte de Cristo – Ex.: “Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas…”

  7. Promessa – “Ao vencedor…”

Resumindo: Temos:

  1. Quatro igrejas que têm algo condenável; (Éfeso, Pérgamo, Tiatira e Sardes);

  2. Duas que não têm nada condenável; (Esmirna e Filadélfia);

  3. Uma totalmente condenável; (Laodicéia).

Vamos a um resumo das cartas e o seu principal enfoque:

Éfeso: – (Desejável) – A cidade existe até hoje. Pertence à Turquia. Era sede de um dos maiores templos pagãos do mundo, hoje em ruínas, onde se realizavam cultos “impuros e vergonhosos”,  o templo de Diana, também conhecida como Artemis. Ela era chamada de “Rainha dos céus” e “Mãe dos deuses”, e não é por acaso, que em 451 dC no Concílio de Éfeso, a Igreja Católica Apostólica Romana adotou para Maria, mãe de Jesus, os títulos de “Rainha do céu” e “Mãe de Deus”.

A igreja tinha muito atividade, tinha resistido à perseguição, entretanto, em função das inúmeras atividades paralelas, tinha perdido o primeiro amor (Jesus Cristo). Estava preocupada com tantas programações, bazares, almoços, jantares, etc. que tinha esquecido de pregar a Jesus aos pecadores. Profeticamente essa carta é para todas as igrejas semelhantes que existiram, existem e vão existir até o final dos tempos.  Boa essa! Por isso, colega, é bom você avaliar como está a igreja a que você pertence…

Esmirna – (Sofrimento) – O nome atual desta cidade é Izmir e pertence à Turquia. Esmirna personifica a igreja perseguida do século II e todas as igrejas que foram, são e serão perseguidas por causa da sua fé. Jesus. Fala da sua tribulação, que é um teste de fé, que é pobre em bens materiais, mas, rica em bens espirituais. Pois é, você pode avaliar a igreja onde está, se ela está preocupada no crescimento espiritual, através da Palavra de Deus e não teme as perseguições e ataques de Satanás, então não deve ficar preocupado, pois, está muito próximo dos que serão arrebatados.

Pérgamo – (União) – Hoje tem o nome de Bergama e fica na Grécia. Era uma cidade famosa pelos seus museus e uma biblioteca com 200 mil volumes! É profeticamente conhecida como a igreja que, após a oficialização em 330 dC por Constantino, absorveu toda a sorte de influência pagã, tais como: velas, incenso, vestimentas, etc.  por causa dessas uniões, essa religião habita o trono de Satanás e está impregnada de falsos profetas e de idolatria, e, Jesus adverte para que ela se arrependa enquanto é tempo pois será julgada com a Palavra de Deus.Portanto, olho vivo. Se você pertence a uma religião que possuiu essas características, recomendo avaliar a sua posição.

Tiatira – (Perfume intenso) – Nome atual da cidade é Akhisar e pertence à Turquia. Era um grande centro comercial, nela morou Lídia, convertida por Paulo. Havia um grande templo dedicado ao deus Apolo. Essa carta profeticamente é para as igrejas que têm se afastado de Jesus Cristo, o centro e o cabeça da Igreja.  Essas igrejas são comparadas à Jezabel, mulher do rei Acabe, e que protegia os sacerdotes de Baal e perseguia o profeta Elias, e a advertência é para que se arrependam, todavia em função dos seus inúmeros compromissos pagãos (idolatria, missas para os mortos, etc.) não podem voltar atrás, pois, distanciaram-se demasiadamente da presença de Jesus Cristo. Cuidado! Seguindo-as, você está a caminho da apostasia e perdição.

Sardes – (Restauração) – Atualmente chama-se Sart e pertence à Turquia. Era uma cidade conhecida pelo seu luxo e ostentação, Profeticamente representa as igrejas a partir da reforma protestante (século XVI) que protestaram contra a imoralidade e corrupção que atingia a religião cristã na época. Essas religiões, Jesus desafia para que permaneçam vigilantes como no início, guardando o que receberam e ouviram por parte do Espírito Santo.  Mas,  com o tempo se acomodaram, cresceram e multiplicaram-se, criaram estruturas organizacionais pesadas e afastaram-se da unção do Espírito Santo. Apesar dos grandes bens materiais e dos renomados teólogos, mestres e doutores da Lei, não conseguem mais dialogar com o povo carente e necessitado da Palavra Viva e Eficaz. Seus cultos são formais, frios e cheios de liturgia. A admoestação é para que busque um reavivamento para que não desapareça e morra. Se a sua igreja está parecida com a igreja de Sardes, olho vivo.

Filadélfia – (Amor fraternal) – Atualmente chama-se Alasehir e é uma pequena aldeia turca, onde não habita nem um cristão. É a igreja do século XVIII, fundada por Wesley, e muitos outros que movidos pelo Espírito Santo buscavam servir ao Senhor de forma sincera e verdadeira. Hoje são as igrejas movidas por este mesmo sentimento. Elas possuem uma porta aberta que ninguém pode fechar, que é a pregação do Evangelho. Essa será a igreja arrebatada por Jesus Cristo, antes das perseguições movidas pelo anticristo na grande tribulação.

Laodicéia – (Julgamento do povo) – Esta cidade foi destruída por um terremoto no ano 62 dC. Hoje sobre suas ruínas está edificada a cidade de Pamucale, pertencente à Turquia. Profeticamente, representa as religiões que começaram avivadas e sob a direção do Espírito Santo, mas que se distanciaram em função do  crescimento de seus bens e da entrada política no seu meio. Tornou-se uma religião morna e Jesus a rejeitará, como alguém que vomita algo indigesto. Essas religiões se ufanam de seus feitos, achando-se muito poderosas, mas é “um coitado, miserável, pobre, cego e nu” (Ap. 3:17). O conselho de Jesus é que se arrependa e volte ao seu estado inicial de espiritualidade. Jesus está fora destas igrejas. “Eis que estou a porta e bato”, entretanto, oferece ainda, uma nova oportunidade.

Meu amigo, minha amiga, é importante você fazer uma avaliação bastante acurada para verificar, à luz deste estudo, a que tipo de religião você pertence. Às vezes, ela apresenta sinais, que podem ser enganosos, na verdade a única certeza e se ela serve com comprometimento ao Senhor Jesus Cristo.

Do amigo
Pastor Paulo
Ate proxima 😉

TEM PERGUNTA SOBRE ESSE ARTIGO OU LIVRO ? DEIXE UM COMENTARIO OU NOS ENVIE POR AQUI

Abençõe outras pessoas:

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén

RECEBE MAIS TEXTOS COMO ESSE NO SEU E-MAIL

NÃO PERCA A CHANCE DE SER ABENÇOADO!!