Sign in
Antonio Carlos Costa
Just now·23 min read
Não dividiu a igreja quem se levantou para condenar o uso político-partidário do evangelho e o pouco caso que foi feito da consciência de milhões de cristãos, que jamais apoiariam Bolsonaro e suas ideias antidemocráticas e desumanas. A divisão foi causada pelos que introduziram na igreja esse elemento estranho à fé cristã.
Nos últimos dias, recebi mensagens do país inteiro, enviadas por cristãos movidos pelo desejo de expressar a decepção que experimentaram em suas igrejas.
Ontem, apresentei alguns desses comoventes depoimentos. É minha intenção tornar público mais alguns deles. Penso ser oportuno ouvirmos a voz dessa gente preciosa.
“Já não tenho para onde me desviar desse círculo de idolatria e ódio que se instalou no meio “cristão. Sinto-me mais peregrina do que nunca, que Deus nos ajude a ter um lugar de refrigério, crescimento e um mínimo de paz.”
“Somos dois…Assim me sinto também…E eu sei da essência que existe em meu ser…mas não consigo entrar em nenhuma IPB… Esses dias eu estava me sentindo tão mal…pedi tanto perdão a Deus pelo meu desânimo mas não concordo mas como a Igreja caminha nesse cenário triste de política e arrastando nós ovelhas nosso tudo…cheguei até questionar minha fé…cabeça confusa sabe…mas não consigo olhar para a Igreja como antes…Eu só peço a Deus que minha alegria em Cristo volte…porque às vezes sinto que estou perdida.”
“Eu acredito que não estamos perdidas mas intensamente feridas, o fato de conseguirmos enxergar e contestar a atual situação nos provoca esse desânimo, a última vez que fui na igreja tive uma crise de choro ao ver o púlpito sendo usado para defender o indefensável, levantei discretamente e sai chorando, chega.”
“É extremamente delicado isso, e muito triste.
Infelizmente eu saí da minha antiga igreja, onde congreguei dos meus 4 aos 21 anos por causa de política.
O pastor passou a utilizar o pubito para falar tanto de política e eu passava por um momento difícil que queria ouvir sobre o cuidado de Deus.
Foi muito difícil ter saído de lá, é como ter abandonado uma família.
Hoje em dia to tentando caminhar em outra, mas nunca mais fui a mesma.”
“Me apresentando:
F. de São Paulo – SP
Sou Batista, nao sou desigrejado (aliás muito pelo contrário) mas quero amadurecer boas ideias e quebrar alguns paradigmas a respeito da institucionalização. A questão denominacional sempre foi muito forte pra mim (por conta da preservação do ensino da doutrina) mas nao sei se hoje isso faz tanto sentido.
Vamos pra cima!”
“Acho que estamos todos sedentos da palavra que conforta. Que alimenta . Estamos sedentos de uma igreja amorosa . Humana.
Que não compactua com a injustiça e não é egoísta.
Uma igreja Que demonstra Jesus com suas atitudes e tem mais compaixão com o perdido do que ataques.”
“Graça e paz a todos!
Uma boa noite!
Sou de Bragança Paulista-SP, onde estamos iniciando uma comunidade da IPB, inspirados no trabalho do reverendo Antonio Carlos Costa e outros amigos que estão no mesmo caminho!”
“Desde 2018 escolhi me preservar disso. Me faz muito bem estar distante . Perdi algumas coisas por isso é claro, mas por outro lado consigo estar mais sereno pra respeitar as pessoas (em especial na igreja), nao olhar pra esse sentido da coisa ajuda bastante naquele “convívio médio”.”
“Sou pastor de um pequena comunidade cristã aqui em Aracaju e tenho sofrido bastante por remar contra a. maré do sistema fundamentalista Evangélico.”
“A Paz do Senhor Jesus 🙏
Muito obrigada por poder participar e estar junto com irmãos em Cristo que comungam da mesma visão sobre o como viver o Evangelho nesse tempo tão difícil de ódio, intolerância, preconceito e desamor.”
“Moro numa cidade do interior de Minas Gerais. Eu era Metodista desde criança. Mas todas as igrejas da minha cidade, inclusive a minha são abertamente cristofascistas ou tacitamente.
É impossível frequentar um lugar desse.
Pra vcs terem noção ano passado havia palestras para mulheres da igreja ensinando qhe não é correto mulher trabalhar.”
“Acredito que para libertar os demais cristãos das garras do fascismo precisamos antes de pensar na liderança, pensar e esclarecer os liderados.”
“Fui membro por 14 anos, estou buscando um novo lugar para congregar, pois estou afastada, sai em 2018.”
“L. S, professo a fé cristã há vinte anos. Estou desigrejada.”
“Bom dia! Sou Pastor batista e membro da IBAB capital de SP. Parabenizo o Pr. Antonio pela iniciativa e estou aqui para fortalecer esse movimento que com certeza abençoará muitas vidas.”
“Bom dia! Graça e paz a todos. Sou Moisés Rolim do Crato no Ceará. Meu coração se encheu de esperança quando vi essa iniciativa.”
“Bom dia! Graça e paz! Sou da Igreja Batista em Vista Alegre, Jaboatão dos Guararapes-PE. Trabalho em Afogados da Ingazeira, sertão pernambucano.”
“Bom Dia. Paz seja convosco. Sou E
R, na cidade de Conceição do Coité Bahia.
Sou um cristão e atualmente não sou membro de nenhuma igreja evangélica.”
“Bom dia!
Me chamo S, eu e minha familia estamos sem igreja, atualmente moramos no Canadá.”
“Deus abençoe, irmão.
Tb sou da IPB, e digo a vc que há. muitos dentro da denominação que não dobraram os joelhos diante do Baal brasileiro, malgrado o silêncio das hierarquias institucionais.
Sigamos caminhando e crendo que o Senhor da igreja cumprirá os seus propósitos🤛🏿🤜🏿🙌🏿.”
“Bom dia a todos. Ler as mensagens de cada um deste grupo tem sido um alívio para mim . Saber que há muitos cristãos conscientes e lúcidos neste momento terrível e adoecedor é uma alegria, água fresca para a alma. Temos sofrido segregação, incompreensão e lamentamos tanto pela Igreja brasileira! O silêncio ou o aparelhamento são tão grandes, tão meticulosos, que há momentos que nossas inquietações nos fazem duvidar e questionarmos se nós é que somos os “desviados” , os “ ensandecidos” por não nos dobrarmos, por não aceitarmos essa podridão toda no cerne das denominações. … é surreal o que temos visto por parte das instituições religiosas e agências missionárias.”
“Bom dia! Sou pastor da Igreja Luterana. Em nossa igreja temos tentado manter a “neutralidade” até onde é possível. Nossos membros são de variados espectros políticos. Todavia, alguns membros nos cobram apoio explicito ao governo, e até nos acusam de “comunistas”. O silêncio muitas vezes já é interpretado como posicionamento, neste momento que a maioria das outras igrejas está alinhada visivelmente com este presidente. Procuro pregar apenas a palavra de Deus, e também contrapor algumas crendices e teorias conspiratórias do meio evangélico, que infelizmente estão ganhando aceitação entre alguns dos nossos. Mas até isso já é interpretado por alguns como sendo “ideologia comunista”. Parabéns pela iniciativa!”
“Deixei de seguir a igreja onde congregava pelo seu alinhamento com as ideias do governo , hoje passo a congregar nas ruas entregando marmitas para os moradores de rua .”
“Entrando no grupo com muita esperança, pois depois de 31 anos de convertida e de serviço cristão, tendo um dos líderes da igreja onde nasci como sogro de minha filha , me surpreendi com o incentivo de pulpito à seguir o atual.presidente em simpatia cega e conivência aos seus. desmandos .
Hoje me considero desigrejada mas sentido imensamente a falta da sã doutrina…”
“Me sinto representado 👍🏾 com muita vontade de participar.
Eu não quero mais sentir vergonha de dizer que sou cristão só pq uma galera aí se denomina cristão e tem atitudes contrarias.. bom demais encontrar vocês.”
“Compartilho do mesmo sentimento.
Que alívio encontrar esse grupo.
Hoje Minha família sente desejo de fazer parte.
Antes, estávamos tão desanimados. Estávamos fazendo nosso culto em casa apenas eu, minha esposa e nosso filho.”
“Como me sinto aliviado em ver que não estou sozinho nesse sentimento de abandono por parte de igrejas.
Sou membro de uma igreja Batista independente tomada pelo bolsonarismo.
Falava aqui com minha esposa: não posso congregar com quem age assim… isso está longe do que acredito como sendo o evangelho de Cristo.”
“Estou muito feliz de fazer parte aqui,enfim pessoas com o mesmo pensamento cristao.”
“Eu preciso ouvir a pregação do evangelho de Jesus Cristo,sem mistura de política.”
“Eu fui da igreja por 39 anos até ver que eu estava num lugar muito estranho onde não havia amor só competição e. egos inflados; sai e fui chamada de herege.”
“Amo igreja, mas estou desigrejada por não ter opção em minha cidade de uma igreja que não aclame Bolsonaro.
Os Pastores querem impor o bolsonarismo! Como pode?”
“Tenho infrentado resistência do meu pastor por que sou anti-bolsonaro . Mas estou com a consciência tranquila.
Eu não consigo entender esse tipo de coisa. Eu sou da classe trabalhadora, apesar de ser barbeiro. Sou de família que não somos abastados financeiramente e etc , aí tem um governo que só destrói a vida do pobre, ai eu não posso ser contra esse governo que deixo de ser cristão? Absurdo.”
“Aqui também podemos refletir sobre o péssimo exemplo de líderes cristãos violentos, a quem consideram pessoas corajosas e destemidas. E isso tem passado batido pela igreja. Quanto mais os tais líderes berram, cospem e batem na mesa, mais “ungidos” lhes parecem. Jogam no lixo as virtudes do fruto do Espírito e fazem malabarismos teológicos para justificar agressões e ataques aos “inimigos da fé” como se a agressividade e o ódio fossem virtudes. A Bíblia, para eles, não é centrada na cruz, mas no azorrague de Cristo.”
“Graças a Deus eu moro em fortaleza e nosso estado a rejeição do nosso estado é talvez uma das mais altas do Brasil a esse presidente.”
“É muito triste ver homens e mulheres que caminham com Cristo e que corroboram o discurso aloprado do presidente… não é só questão de direita ou esquerda ( acredito)… é projeto de país que está de lado em nome do poder. Glória a Deus por essa iniciativa…”
“Hoje estão tentando santificar um político e demonizar outro. Aí eu vejo a postura do político “cristao” em atitudes e falas. e vejo o que não se pronúncia ser de nenhuma religião e vejo que o tido como cristão é vergonhoso e anticristao a sua postura.
Absurdo são igrejas colocarem um homem como o Bolsonaro encima de uma tribuna.
Eu. sou músico na minha igreja e fui para o ensaio usando máscaras, e fui criticado por músicos bolsonaristas por esta de máscara.”
“Bom dia a todos, prazer em conhecê-los, sou esposa do .., prazer em fazer parte de um grupo que pensa como nós, e se sente estranho a tudo isso que estamos vivendo. Saber que tem mais pessoas que colocam o amor, tolerância, empatia, compaixão e pregam o evangelho que acreditamos me deixa mais esperançosa num país melhor.”
“Boa noite
Também sou presbiteriana, era muito ativa na igreja, mas desde antes das eleições me desiludi muito, com a mistura de igreja e política, mas principalmente com o desprezo aos pobres e necessitados. Não frequento a igreja desde janeiro desde o ano passado.”
“Boa noite, meu nome é R, tenho 33 anos. Sou professor na area de Agronomia e estudante de Teologia na FTSA . Sou cearense, mas moro no RS há alguns anos. Sou membro da IPB , todavia, eu e minha esposa estamos bem deslocado na igreja, pois a ideologia. política chegou ao púlpito. Abraço. Deus abençoe.”
“Paz do Senhor! Me chamo W, moro em Brasília. Eu , meu esposo e meu filho, estamos indo a uma Igreja, porém não somos membros. Fomos membros durante muito tempo de um ministério, porém em 2018 a política assumiu o. lugar do evangelho e desde então ainda não nos reencontramos.”
“Que alegria ver tantas pessoas de tantos lugares diferentes passando exatamente pelo que estou vivendo desde 2018. Estou me sentindo feliz por estar aqui🙏🏽 Sou do Rio de Janeiro e recentemente sai da igreja que estava frequentando. Que bom que foi levada por Deus a encontrar essa iniciativa do Pastor Antônio.”
“Boa noite.
Me chamo K, moro no RJ. Eu e meu marido somos cristãos e nos últimos 5 anos congregamos na igreja Metodista, mas desde 2018, só vamos a igreja para cumprir com as nossas responsabilidades ministeriais, pois já a muito tempo temos nos sentido sem ter onde buscar e escutar o verdadeiro evangelho. Conhecemos o pastor Antônio numa aula da Escola de Missão Integral, da igreja Betânia do pastor Neil Barreto.
Temos sede da palavra de Deus e nosso prazer é servir ao Reino através das causas sociais.”
“Que alegria poder estar por aqui com os irmãos! Sou de João Pessoa e eu, meu esposo e nossos filhos e minha mãe estamos sem frequentá-la desde as eleições de 2018 😔. Como se não bastasse, o pr. da igreja que frequentávamos assumiu um cargo na pasta de Damares Alves e isso foi a gota d’água para sairmos de vez. Mas gostaríamos muito de encontrar uma igreja antifascista para frequentarmos.
Acompanho pr. Antônio no Face e no Insta e amo suas mensagens! Que o Senhor possa abençoar cada dia mais seu ministério e ao seu filho nessa nova jornada! Muito feliz de estar aqui ❤️🤗”
“Quero saber se tem ministério em BH para indicar a minha família. Sou teólogo atualmente estou trabalhando com uma igreja aqui em Lisboa. Ficamos muito chocados. com a forma que a igreja tem agindo em 2018, se não fosse a graça de Deus pelo o conhecimento da palavra nunca mais íamos para igreja. Enfrentei o sistema e fui atacado fortemente. Comecei a ganhar coragem com esse homem.”
“Olá,
Sou G. do RJ. Estou de mudança pra Tijuca e tb estou a procura de uma igreja sem a vertente Bolsonarista. Estou muito revoltado com essa postura da igreja. Indicam algum local na Tijuca?”
“Eu sou pastor M. de África Moçambique 🇲🇿 estou feliz por me adicionar neste grupo
Deus abençoe a vida de cada um membro deste grupo
Amém.”
“Me afastei da igreja, uma onde o pastor é muito conhecido. Meu irmão e irmã sao tb assembleianos, iguais a mim. Mas eu me afastei porque votei em Bolsonaro. queria muito provar que o povo tem poder. Resgatar valores cristãos e família. E, Tirar um partido que se perdeu na corrupção, que eu tinha votado, usava até a estrelinha😔 era minha meta.
Mas quando vi os atos e a face do mal no semblante do presidente e a igreja enaltecendo me afastei. Meus irmãos vão na passeata de 7 de setembro, pois o próprio pastor está convocando. Eles Estão desempregados, eu que tenho ajudado financeiramente. nas contas e compras. Então, preciso de ajuda e oração, porque não tô sabendo lidar com isso . quando vi eles compartilhando fiquei inconformada . Sei que não devia pois tenho que respeitar. Mas o Brasil passando por essa situação econômica principalmente financeira e da saúde, Como vão pra rua dizer que está tudo bem e que este é o melhor presidente que o Brasil já teve? Como continuo ajudando eles?? a vida deles não está em conformidade para tais. atos a favor. E tenho passado difíceis com irmãos em Cristo, de sangue e meu filho que é um homem de Deus mas também está de acordo com tudo isso 😢.”
“A sensação que tenho no convívio na igreja é que a condição de não apoiar este governo nos inferioriza…
Mas permitam me expor algo que tenho sentido…
Parece que por trás de tudo há um intenso agir do inimigo justamente para trazer a divisão da igreja por meio da politica…
O inimigo lançou o roteiro e a. “ igreja” o aceitou…
Minhas orações tem sido paga conseguir afastar me o quanto puder das discussões políticos e concentrar no evangelho. Porque vejo que as falas de um lado e de outro afastam as pessoas do que elas realmente precisam.
O irmão que me ganhou para Cristo, se, no tempo que isso se deu, eu olhasse as postagens dele, eu acho que não teria aceitado o convite que me fez para voltar aos caminhos do Senhor…
Que não sejamos nem de A e nem de B, mas de Cristo…
Deus abençoe a todos…
Irmão N, Londrina, Pr
Assembleia de Deus…”
“Bom dia queridos! Sou pastor batista e confesso que tem sido bem difícil permanecer a frente do ministério devido toda essa questão política. O desgaste emocional e espiritual tem sido enorme. Estar aqui me revigora, mas me leva a questionar até que ponto estamos dispostos a “suportar os fracos na fé…”
“Bom dia, graça e paz.
sou F. de Niterói-RJ. Me decepcionei muito com a igreja quando percebi o alinhamento com o bolsonarismo e seus valores incompativeis com tudo que aprendi com Cristo.
Estou tendo muitas dificuldades pra lidar com o fato de que, gente que amo, tem amado mais a política do que a beleza do evangelho.
Estou me preparando pra anunciar meu desligamento da congregação que amo.
Não consigo lidar com tamanha incoerência e manipulação. 😕”
“Tentamos até abrir uma igreja com um pastor aqui mas não deu certo só durou pra minha família 6 meses, ele é contra o uso de máscara acredite até o tempo que eu estava lá ele disse que não ia tomar vacina, foi complicado pois o meu marido é novo convertido e ele está revoltado com esse pastor.
Esse pastor me chamou de comunista por não concordar com esse governo.
Pra piorar esse pastor é sogro da minha filha.
Queria fazer uma pergunta é errado a gente ser contra esse governo? Pois ele disse que se a gente é contra a gente tá sendo contra Deus pois toda autoridade é constituída por Deus.
Vou ser sincera sinto que estão usando isso para nos conformar com esse governo.”
“Eu cantava na igreja e Deus era comigo, pois as pessoas eram tocadas. Digo isso, pq muitos vinham falar cmg no final do culto, sobre como estavam e como ficaram, após o louvor.
Sou assembleiano raiz e minha esposa presbiteriana raiz, porém, congregando comigo na Bleia. Dps q este anticristo assumiu e corrompeu igrejas e famílias fomos colocados de lado. Na igreja, apesar de me tratarem “bem”, sou o comunista da igreja.
Estamos sem espaço e desconfortáveis e aqui na cidade não vemos onde podemos estar.”
“A paz, amados! Eu me chamo C, sou de Salvador, mas moro em Monteiro/Pb. Sou muito grata a Deus pela oportunidade de estar com os irmãos que tem passado pelas mesmas aflições.”
“Eu abdiquei de ser presbítero na igreja justamente devido a postura infelizmente que a minha pequena congregação ( cerca de 35 membros) em que boa parte. nao quis se vacinar e participando dessas manifestações pró Bolsonaro. Nunca pensei que visualizaria isso dentro de uma IPB. Ae o ápice foi numa EBD cuja tema era o cristão e a política: em que se dizia que nao era bíblico um sistema de educação pública, pois o Estado formata a cabeça dos seus filhos. Eu como professor federal, sinceramente, me senti ofendido.”
“Sou a C, moro em Inhumas-Go, eu e meu esposo estamos sem congregar por pelas mesmas razões já citadas. Sou professora da rede pública e cada vez que falavam que a escola estava doutrinando, ensinando sobre ideologia de gênero, me sentia indignada. Ver a igreja defender um governo que apoia a tortura, a discriminação, o preconceito é inaceitável para um verdadeiro cristão.”
“Meu nome é R, faço parte de uma pequena igreja em São Caetano do Sul/SP. Meu sogro e esposo são pastores. Graças a Deus, conscientes. Não se dobraram ou venderam aos desmandos desse governo. Apesar disso, nos sentimos muitas vezes sozinho. Muitos irmãos saíram da congregação por simpatizarem com os radicais. Outros percebemos que continuam, mas que possuem o pensamento associado ao Bolsonarismo. Hoje, penso que se nossa igreja fechar as portas, não conseguiria congregar em outra.”
“Eu estou morando em Braga – Portugal
Saímos do Brasil devido a violência e pela forma de governo.
Estamos sem igreja.
Mas acompanho os cultos online
Meu nome é M.”
“Eu e minha esposa tivemos a infelicidade de ouvir de um pastor em um sermão, em 2018: “graças a Deus que próximo ano poderemos andar com uma arma na cintura”. Esse foi o dia que percebemos que não cabíamos mais em nossa igreja.”
“Graça e paz a todos os irmãos. Me desliguei da IIGD, igreja na qual fui membro por mais de 15 anos. Confesso que me sinto perdida, sem saber que direção tomar. Tentei frequentar outra igreja, mas se vc não apoiar o Bolsonaro, vc não é de Deus. Enfim…como disse estou me sentindo triste por isso e sem direção. Mas de uma coisa eu tenho certeza, eu quero seguir ao meu Senhor Jesus Cristo e quando ele voltar, não quero ficar nesse mundo. Me ajuda pastor Antonio Carlos. 🙏
Como eu gostaria de ter um lugar para congregar. Que dor sinto em meu coração…😢😢.”
“Eu também me sentia assim.
Fiz parte da Igreja Presbiteriana. em Rio Doce. – Olinda-Pernambuco por 25 anos, nunca vi um movimento tão. destruidor na minha vida cristã. Me decepcionei muito com tudo que aconteceu nessas eleições, sempre me posicionei contra as lideranças que apoiaram o golpe e esse governo da mentira, pois foram os principais causadores dessa divisão nas igrejas e nas familias. Fazem quase 2 anos que não frequento igreja nenhuma. Tenho me alimentado da palavra através dos pastores que não se curvaram a esse sistema demoníaco. Hoje louvo a Deus pela vida desses pastores que estão fazendo. a diferença na vida dos cristãos de fato. Parabéns Pr. Antonio Carlos, sempre admirei o seu trabalho junto as comunidades carentes. Parabéns por abraçar essa causa. É muito bom saber que não estamos sós. Nossas orações foram e serão ouvidas e Deus mudará a história do povo que ele ama e cuida. Meu nome é R. e sou de Olinda-Pernambuco e estou muito feliz em fazer parte dessa nova comunidade cristã.”
“Na igreja da minha vozinha foi a mesma coisa. Ao ponto de uma “amiga” dela de lá dizer que ela ia morrer de covid, por ela estar contra esse homem, portanto, contra Deus. Pois minha vó também alertava para as pessoas pararem de adorar esse homem na igreja. Essa foi a resposta que ela levou. Ficamos horrorizadas.”
“Olá! Meu nome é C. e sou do Rio de Janeiro. Para mim também é um grande conforto estar nesse grupo de pessoas, pois passei momentos muito difíceis com o que presenciei na minha antiga igreja.
Chorei muito no domingo, dia da eleição. Parecia que eu era a única a enxergar a loucura de estarem colocando esse homem em cima do púlpito, que deveria ser lugar exclusivo de Jesus.
Chegou ao ponto de eu ser chamada de rebelde por tentar alertar aos líderes que a igreja precisava parar de adorar esse homem.
Eu fiquei o quanto pude lá. Depois disso, não tive mais forças e passei a assistir a alguns cultos online.
Aí veio também a pandemia, o que reforçou mais esse hábito. Encontrei os cultos do pastor Antônio Carlos.
Inclusive, foi uma prima minha, que nem é da igreja, quem viu alguns vídeos do pastor falando sobre o momento atual e me marcou, sabendo dessa minha angústia.
E ela, que nem é da igreja, estava horrorizada com as atitudes das pessoas que se diziam Cristãs.
Sou nascida e criada na igreja, já vi muitas coisas, mas nada como o que estamos passando hoje. Acredito que essa será uma grande ruptura nas igrejas brasileiras. Fim dos tempos mesmo.”
“Desde 2015 as coisas começaram a ficar estranhas na igreja, não nasci na igreja, me converti em 2009, mas percebi que os ares estavam diferentes. Toda aquela paz, democracia e respeito as diferenças na IPB foi desaparecendo. Os livros usados na EBD só falavam de Lei, de capitalismo, de Estado Mínimo, achei estranho mas fui levando. Em 2018, antes das eleições, o pastor deu o púlpito para uma irmã advogada falar sobre as ameaças de gênero da igreja, mostrou o famigerado e falso kit gay, dizendo que ele estava nas escolas. Mentiu no púlpito. Sou professora já vinte e um anos e viajo o Brasil inteiro nas Universidades em contato com professores, pois sou professora, pesquisadora e Doutoranda em educação. Utilizaram em diversos momentos a igreja para disseminar fakes e fakes são mentiras. O Deus que conheci não tolera mentira. Sem contar o clima de que o mundo quer destruir as famílias, via aquilo e achava insano. Sempre acreditei que a IPB, os calvinistas seguiam uma fé racional e não aquele arremedo de fé que me era apresentado. Me afastei, sumi por nove longos meses, não recebi nenhuma mensagem ou visita pastoral. Depois de todo esse tempo o pastor veio na minha casa, expus os problemas e ele minimizou todos, disse que eu deveria perdoar, em nenhum momento fez uma autocrítica.
Voltei a frequentar esporadicamente, pois tenho filhos e sempre achei importante o contato com a igreja, depois veio a pandemia e nunca mais apareci, aqui em casa somos todos do grupo de risco, inclusive as crianças. Nesse período nenhum telefonema, nenhuma mensagem, percebi que realmente não sou bem vinda, não estou nos padrões deles. Nesses anos sofri muito, pedi entendimento para Deus, para saber se eu estava errada como diziam, orei pelo pastor, pela igreja, para Deus tirar essa venda deles, mas continuo sem existir para eles. Sinto falta da santa ceia, da comunhão que sei que não voltará nesse país insano.
Que Deus abençoe o pastor e seu filho, por olharem para nós, as ovelhas perdidas, os filhos pródigos. Muito obrigada.”
“Já não tenho para onde me desviar desse círculo de idolatria e ódio que se instalou no meio “cristão” me sinto mais peregrina do que nunca, que Deus nos ajude a ter um lugar de refrigério, crescimento e um mínimo de paz.”
“Somos dois…Assim me sinto também…E eu sei da essência que existe em meu ser…mas não consigo entrar em nenhuma IPB…Esses dias eu estava me sentindo tão mal…pedi tanto perdão a Deus pelo meu desânimo mas não concordo mas como a Igreja caminha nesse cenário triste de política e arrastando nós ovelhas nosso tudo…cheguei até questionar minha fé…cabeça confusa sabe…mas não consigo olhar para a Igreja Com o antes…Eu só peço a Deus que minha alegria em Cristo volte…porque às vezes sinto que estou perdida.”
“Eu acredito que não estamos perdidas mas intensamente feridas, o fato de conseguirmos enxergar e contestar a atual situação nos provoca esse desânimo, a última vez que fui na igreja tive uma crise de choro ao ver o púlpito sendo usado para defender o indefensável, levantei discretamente e sai chorando, chega.”
“É extremamente delicado isso, e muito triste.
Infelizmente eu saí da minha antiga igreja, onde congreguei dos meus 4 aos 21 anos por causa de política.
O pastor passou a utilizar o pubito para falar tanto de política e eu passava por um momento difícil que queria ouvir sobre o cuidado de Deus.
Foi muito difícil ter saído de lá, é como ter abandonado uma família.
Hoje em dia to tentando caminhar em outra, mas nunca mais fui a mesma.”
“Me apresentando:
F. de São Paulo – SP
Sou Batista, nao sou desigrejado (aliás muito pelo contrário) mas quero amadurecer boas ideias e quebrar alguns paradigmas a respeito da institucionalização. A questão denominacional sempre foi muito forte pra mim (por conta da preservação do ensino da doutrina) mas nao sei se hoje isso faz tanto sentido.
Vamos pra cima!”
“Acho que estamos todos sedentos da palavra que conforta. Que alimenta . Estamos sedentos de uma igreja amorosa . Humana.
Que não compactua com a injustiça e não é egoísta.
Uma igreja Que demonstra Jesus com suas atitudes e tem mais compaixão com o perdido do que ataques.”
“Graça e paz a todos!
Uma boa noite!
Sou de Bragança Paulista-SP, onde estamos iniciando uma comunidade da IPB, inspirados no trabalho do reverendo Antonio Carlos Costa e outros amigos que estão no mesmo caminho!”
“Desde 2018 escolhi me preservar disso. Me faz muito bem estar distante . Perdi algumas coisas por isso é claro, mas por outro lado consigo estar mais sereno pra respeitar as pessoas (em especial na igreja), nao olhar pra esse sentido da coisa ajuda bastante naquele “convívio médio”.”
“Sou pastor de um pequena comunidade cristã aqui em Aracaju e tenho sofrido bastante por remar contra a. maré do sistema fundamentalista Evangélico.”
“A Paz do Senhor Jesus 🙏
Muito obrigada por poder participar e estar junto com irmãos em Cristo que comungam da mesma visão sobre o como viver o Evangelho nesse tempo tão difícil de ódio, intolerância, preconceito e desamor.”
“Moro numa cidade do interior de Minas Gerais. Eu era Metodista desde criança. Mas todas as igrejas da minha cidade, inclusive a minha são abertamente cristofascistas ou tacitamente.
É impossível frequentar um lugar desse.
Pra vcs terem noção ano passado havia palestras para mulheres da igreja ensinando qhe não é correto mulher trabalhar.”
“Acredito que para libertar os demais cristãos das garras do fascismo precisamos antes de pensar na liderança, pensar e esclarecer os liderados.”
“Fui membro por 14 anos, estou buscando um novo lugar para congregar, pois estou afastada, sai em 2018.”
“L. S, professo a fé cristã há vinte anos. Estou desigrejada.”
“Bom dia! Sou Pastor batista e membro da IBAB capital de SP. Parabenizo o Pr. Antonio pela iniciativa e estou aqui para fortalecer esse movimento que com certeza abençoará muitas vidas.”
“Bom dia! Graça e paz a todos. Sou Moisés Rolim do Crato no Ceará. Meu coração se encheu de esperança quando vi essa iniciativa.”
“Bom dia! Graça e paz! Sou da Igreja Batista em Vista Alegre, Jaboatão dos Guararapes-PE. Trabalho em Afogados da Ingazeira, sertão pernambucano.”
“Bom Dia. Paz seja convosco. Sou E
R, na cidade de Conceição do Coité Bahia.
Sou um cristão e atualmente não sou membro de nenhuma igreja evangélica.”
“Bom dia!
Me chamo S, eu e minha familia estamos sem igreja, atualmente moramos no Canadá.”
“Deus abençoe, irmão.
Tb sou da IPB, e digo a vc que há. muitos dentro da denominação que não dobraram os joelhos diante do Baal brasileiro, malgrado o silêncio das hierarquias institucionais.
Sigamos caminhando e crendo que o Senhor da igreja cumprirá os seus propósitos🤛🏿🤜🏿🙌🏿.”
“Bom dia a todos. Ler as mensagens de cada um deste grupo tem sido um alívio para mim . Saber que há muitos cristãos conscientes e lúcidos neste momento terrível e adoecedor é uma alegria, água fresca para a alma. Temos sofrido segregação, incompreensão e lamentamos tanto pela Igreja brasileira! O silêncio ou o aparelhamento são tão grandes, tão meticulosos, que há momentos que nossas inquietações nos fazem duvidar e questionarmos se nós é que somos os “desviados” , os “ ensandecidos” por não nos dobrarmos, por não aceitarmos essa podridão toda no cerne das denominações. … é surreal o que temos visto por parte das instituições religiosas e agências missionárias.”
“Bom dia! Sou pastor da Igreja Luterana. Em nossa igreja temos tentado manter a “neutralidade” até onde é possível. Nossos membros são de variados espectros políticos. Todavia, alguns membros nos cobram apoio explicito ao governo, e até nos acusam de “comunistas”. O silêncio muitas vezes já é interpretado como posicionamento, neste momento que a maioria das outras igrejas está alinhada visivelmente com este presidente. Procuro pregar apenas a palavra de Deus, e também contrapor algumas crendices e teorias conspiratórias do meio evangélico, que infelizmente estão ganhando aceitação entre alguns dos nossos. Mas até isso já é interpretado por alguns como sendo “ideologia comunista”. Parabéns pela iniciativa!”
“Deixei de seguir a igreja onde congregava pelo seu alinhamento com as ideias do governo , hoje passo a congregar nas ruas entregando marmitas para os moradores de rua .”
“Entrando no grupo com muita esperança, pois depois de 31 anos de convertida e de serviço cristão, tendo um dos líderes da igreja onde nasci como sogro de minha filha , me surpreendi com o incentivo de pulpito à seguir o atual.presidente em simpatia cega e conivência aos seus. desmandos .
Hoje me considero desigrejada mas sentido imensamente a falta da sã doutrina…”
“Me sinto representado 👍🏾 com muita vontade de participar.
Eu não quero mais sentir vergonha de dizer que sou cristão só pq uma galera aí se denomina cristão e tem atitudes contrarias.. bom demais encontrar vocês.”
“Compartilho do mesmo sentimento.
Que alívio encontrar esse grupo.
Hoje Minha família sente desejo de fazer parte.
Antes, estávamos tão desanimados. Estávamos fazendo nosso culto em casa apenas eu, minha esposa e nosso filho.”
“Como me sinto aliviado em ver que não estou sozinho nesse sentimento de abandono por parte de igrejas.
Sou membro de uma igreja Batista independente tomada pelo bolsonarismo.
Falava aqui com minha esposa: não posso congregar com quem age assim… isso está longe do que acredito como sendo o evangelho de Cristo.”
“Estou muito feliz de fazer parte aqui,enfim pessoas com o mesmo pensamento cristao.”
“Eu preciso ouvir a pregação do evangelho de Jesus Cristo,sem mistura de política.”
“Eu fui da igreja por 39 anos até ver que eu estava num lugar muito estranho onde não havia amor só competição e. egos inflados; sai e fui chamada de herege.”
“Amo igreja, mas estou desigrejada por não ter opção em minha cidade de uma igreja que não aclame Bolsonaro.
Os Pastores querem impor o bolsonarismo! Como pode?”
“Tenho infrentado resistência do meu pastor por que sou anti-bolsonaro . Mas estou com a consciência tranquila.
Eu não consigo entender esse tipo de coisa. Eu sou da classe trabalhadora, apesar de ser barbeiro. Sou de família que não somos abastados financeiramente e etc , aí tem um governo que só destrói a vida do pobre, ai eu não posso ser contra esse governo que deixo de ser cristão? Absurdo.”
“Aqui também podemos refletir sobre o péssimo exemplo de líderes cristãos violentos, a quem consideram pessoas corajosas e destemidas. E isso tem passado batido pela igreja. Quanto mais os tais líderes berram, cospem e batem na mesa, mais “ungidos” lhes parecem. Jogam no lixo as virtudes do fruto do Espírito e fazem malabarismos teológicos para justificar agressões e ataques aos “inimigos da fé” como se a agressividade e o ódio fossem virtudes. A Bíblia, para eles, não é centrada na cruz, mas no azorrague de Cristo.”
“Graças a Deus eu moro em fortaleza e nosso estado a rejeição do nosso estado é talvez uma das mais altas do Brasil a esse presidente.”
“É muito triste ver homens e mulheres que caminham com Cristo e que corroboram o discurso aloprado do presidente… não é só questão de direita ou esquerda ( acredito)… é projeto de país que está de lado em nome do poder. Glória a Deus por essa iniciativa…”
“Hoje estão tentando santificar um político e demonizar outro. Aí eu vejo a postura do político “cristao” em atitudes e falas. e vejo o que não se pronúncia ser de nenhuma religião e vejo que o tido como cristão é vergonhoso e anticristao a sua postura.
Absurdo são igrejas colocarem um homem como o Bolsonaro encima de uma tribuna.
Eu. sou músico na minha igreja e fui para o ensaio usando máscaras, e fui criticado por músicos bolsonaristas por esta de máscara.”
“Bom dia a todos, prazer em conhecê-los, sou esposa do .., prazer em fazer parte de um grupo que pensa como nós, e se sente estranho a tudo isso que estamos vivendo. Saber que tem mais pessoas que colocam o amor, tolerância, empatia, compaixão e pregam o evangelho que acreditamos me deixa mais esperançosa num país melhor.”
Fundador da ONG Rio de Paz, teólogo e jornalista.
Fundador da ONG Rio de Paz, teólogo e jornalista.

source