Dia a dia, Meditação/Leitura Rápida

Decidir Servir

Desenho de Jesus em meio a uma multidão estendendo a mão para Zaqueu, que está em cima da árvore.

“Senhor, eu resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes mais” (Lc 19.8).

Nossa vida é feita de escolhas. De fato não somos o que sentimos nem mesmo o que falamos, mas sim o que fazemos. Na vida, precisamos tomar decisões. Muitos fazem más escolhas e colhem os resultados desfavoráveis dessas escolhas imprudentes. Mas, muitos também fazem boas escolhas e colhem os frutos benditos dessas escolhas sensatas. O texto em destaque mostra a decisão de Zaqueu, maioral dos publicanos, morador na cidade mais antiga do mundo, a cidade de Jericó. Ele era líder de grupo de coletores de impostos. Ele oprimia e cometia fraude  com povo, arrecadando mais do que era certo. Reuniu riquezas usando esse expediente de exploração. Constituiu tesouros da iniquidade.

Certo dia, Jesus o encontrou na cidade de Jericó, e ali, sua vida foi transformada. Para mostrar que de fato sua conversão foi verdadeira, duas atitudes foram tomadas: restituição e generosidade. Resolveu por si só restituir quadruplicadamente o que juntou de forma desonesta e repartir generosamente a metade de sua fortuna.

Hoje, você e eu também temos coisas a resolver . O que vamos fazer?

Imagem em preto e branco. Dois pés  calçados e à frente deles duas setas indicando caminhos opostos.

Primeiro, eu decido conquistar as primeiras coisas primeiro. Temos que amar a Deus de todo o nosso coração e ao nosso próximo como a nós mesmos. Devemos buscar em primeiro lugar o reino de Deus e a Sua justiça. Devemos adorar a Deus, servir ao próximo e usar as coisas ao invés de amar as coisas, usar as pessoas e nos esquecermos de Deus. Uma coisa boa fora de foco pode nos levar à destruição. As dádivas de Deus não devem tomar o lugar de Deus em nossa vida. Quando substituímos Deus pelas dádivas de Deus; quando substituímos o Criador pela criatura; quando nos deleitamos mais nas bênçãos de Deus do que no Abençoador, estamos em franco declínio espiritual. É tempo de realinhar a nossa vida para buscarmos as primeiras coisas primeiro.

Segundo, eu decido investir mais em minha família. O nosso lar precisa ser um lugar onde Jesus seja acolhido com alegria, onde a salvação seja celebrada com entusiasmo, onde a justiça seja praticada com constância e onde a generosidade seja praticada com prazer. Nossa família deve ser o alvo dos nossos mais notáveis afetos e das nossos maiores aplicações. Investir na família é semear num campo fértil, que nos dará uma farta colheita.

Terceiro, eu decido cultivar uma vida devocional mais farta. A correria do dia a dia, não raro, nos priva das coisas mais excelentes. Se confiarmos em Deus através da oração e saborearmos os manjares de Deus através da meditação de Sua Palavra teremos uma vida abundante. Resolva estudar a Bíblia com mais frequência, a orar com mais fervor e a restabelecer a prática do culto pessoal e doméstico, não permitindo que nenhum outro acontecimento te prive desse inaudito privilégio.

Quarto, eu decido ser uma bênção em minha igreja local. Devemos florescer onde estamos plantados. Aqui é o lugar onde você deve colocar seus dons e talentos a serviço de Deus e do próximo. Aqui é o lugar onde você deve ser um ministro da reconciliação e um pacificador. Aqui é o lugar onde você deve investir na vida das pessoas que chegam, para que elas sejam integradas e possam crescer no conhecimento e na graça de Cristo. Aqui é o lugar onde você deve consolar, encorajar e fortalecer seus irmãos na fé. Aqui é o lugar onde devemos nos alegrar com os que se alegram e chorar com os que choram. Aqui é o lugar onde você deve ser um abençoador!

Abençõe outras pessoas:

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén

RECEBE MAIS TEXTOS E MEDITAÇÕES COMO ESSE NO SEU E-MAIL

NÃO PERCA A CHANCE DE SER ABENÇOADO!!