Dia a dia, Meditação/Leitura Rápida

O Plano de Deus

Imagem do pôr do sol com a forma de uma pessoa em silhueta com as mãos estendida para céu.

Ao tentar discernir a vontade de Deus para nossas vidas, é tentador gastar todo o nosso tempo em oração. Deus, o que você quer que eu faça da minha vida? Devo aceitar este emprego? Devo me mudar para aquela cidade? Devo me matricular na escola? Devo casar com ele? Devo terminar com ela?

A lista de orações poderia durar até a eternidade. Mas e se a chave para discernir a vontade de Deus para a sua vida fosse parar de orar tanto a respeito?

Passei por uma temporada alguns anos atrás, quando Deus estava estranhamente quieto. Quando orei por orientação ou insight, não havia nada além de silêncio. As conversas normalmente eram assim. Talvez você possa se identificar.

Eu: Deus? O que você acha que eu deveria fazer?

Deus: (silêncio)

Eu: Deus, eu realmente quero fazer a sua vontade. Você pode me dizer o que é isso?

Deus: (o som dos grilos)

Eu: Deus, você vai me dar clareza sobre o que eu deveria estar fazendo?

Deus: (mais silêncio)

Eu: Deus? Você está ouvindo? Eu não consigo te ouvir. Você vai me responder?

Dia após dia, as conversas continuaram da mesma maneira. Eu pediria a Deus uma resposta sobre uma decisão e, em troca, não ouviria nada. Eu estava numa encruzilhada e honestamente não sabia o que Deus queria que eu fizesse. Eu orei. Eu procurei aconselhamento. Eu orei mais. Deus ficou incrivelmente silencioso.

No início de uma manhã de sábado, eu fugi antes que alguém em minha casa estivesse acordado e fui para um lugar favorito meu. Adoro ver o sol nascer e aproveitar o silêncio da manhã enquanto leio e bebo um café com leite de uma cafeteria local.

Ao ler a Bíblia naquele sábado, fiquei novamente impressionado com a frustração de não saber o que Deus queria que eu fizesse. Eu orei: Deus, eu realmente quero fazer a sua vontade. E eu farei isso, mas primeiro preciso saber o que é . Quero dizer, como Deus poderia esperar que eu fizesse Sua vontade se Ele não estava me dizendo o que era, certo?

Enquanto orava e lia, fiquei impressionado com uma simples palavra do Senhor. Foi ótimo, por um lado, porque foi a primeira vez em meses que senti algo novo de Deus. Mas foi frustrante, por outro lado, porque não estava nem perto do nível de detalhe que eu desejava.

Deus me lembrou no banco com vista para a cachoeira que Ele já havia me dado muitas idéias sobre Sua vontade.

De fato, eu estava atualmente lendo parte de Sua vontade pela minha vida. Na minha frente, minha Bíblia estava aberta no livro de Filipenses. Continuei lendo, mas desta vez as palavras da página saltaram para mim. Ouvi Deus dizer: “Você quer saber o que eu quero que você faça? Comece sendo obediente ao que eu já lhe ordenei. Eu te dei muito o que fazer. Quero que você tenha minha atitude e mentalidade. Quero que sua vida se pareça com a minha.”

Olhei para baixo e li Filipenses 2:14 – “Faça tudo sem resmungar ou discutir.” Foi como uma explosão de dinamite. Em um instante, a Palavra de Deus irrompeu na névoa do silêncio. Deus havia falado claramente sobre o que desejava da minha vida.

Continuei lendo e escrevi todas as ações e comandos que pude implementar imediatamente em minha vida, juntamente com as Escrituras correspondentes.

Fundo verde. Desenho de uma folha com uma checklist e uma mão segurando um lápis sobre a folha.

Depois de alguns minutos de leitura e escrita, eu tinha páginas de decisões e ações que eu sabia que levariam muito tempo para implementar. Fui tomado pela alegria que Deus havia falado!

Aqui estão algumas das decisões e ações que escrevi no meu diário:

– Imite-o (Efésios 5: 1).

– Pense no que é puro, santo e correto (Filipenses 4: 8).

– Seja alegre (1 Tessalonicenses 5:16).

– Ore continuamente (1 Tessalonicenses 5:17).

– Agradeça em todas as circunstâncias (1 Tessalonicenses 5:18).

– Que a palavra de Cristo habite em mim (Colossenses 3:17).

– Seja gentil com os pobres (Provérbios 19:17).

– Concentre meu coração nas coisas celestiais (Colossenses 3: 2).

– Seja gentil e compassivo (Efésios 4:32).

– Seja dedicado à oração (Colossenses 4: 2).

– Viver acima da censura (1 Timóteo 3: 2).

– Aproveite ao máximo todas as oportunidades (Colossenses 4: 5).

Passei as manhãs seguintes fazendo o mesmo exercício – lendo as Escrituras e escrevendo as coisas que Deus queria estar presente em minha vida. Parei depois de escrever 74 itens, sabendo que tinha muito em que trabalhar, pois Deus havia falado claramente.

Então, algo interessante aconteceu. Fiquei frustrado com Deus por tanto tempo, mas quando li a minha lista, percebi que não estava chegando perto de viver o que estava lá.

Eu estava realmente imitando-O? Eu estava sempre pensando sobre o que era puro, santo e certo? Às vezes… Sem contar as vezes que estive preso no trânsito, esperando em filas lentas no aeroporto e pagando as contas. Eu não estava orando todos os dias, muito menos continuamente. Sinceramente, eu não conseguia compreender o pensamento de agradecer em todas as circunstâncias. Às vezes fiquei agradecido, mas em tudo? Isso não fazia nenhum sentido. Como eu estava sendo gentil com os pobres? Eu estava vivendo acima da censura e aproveitando ao máximo todas as oportunidades?

Depois de fazer uma rápida auto análise, eu percebi que o meu problema não foi não ouvir a Deus; minha questão era confiar em Deus para me fazer obediente ao que ele havia claramente dito, pois todos esses mandamentos faziam parte de mim, cumprindo a vontade de Deus para minha vida. Paulo nos encorajou a “apenas vivermos de acordo com o que já alcançamos” (Filipenses 3:16). Deus falou através de Sua Palavra, e continua a fazê-lo.

Convido você a fazer sua própria lista. Passe algum tempo lendo a Bíblia e escrevendo como você pode implementar o que lê. Quando você passar por uma temporada em que não sabe o que Deus quer que você faça, revise sua lista e comece a fazer o que escreveu.

Abençõe outras pessoas:

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén

RECEBE MAIS TEXTOS E MEDITAÇÕES COMO ESSE NO SEU E-MAIL

NÃO PERCA A CHANCE DE SER ABENÇOADO!!