Dia a dia, Meditação/Leitura Rápida

O Que Você Realmente Tem Medo de Perder?

Fundo laranja. Desenho de uma mão segurando um smartphone desligado.

Que absurdo! Que futilidade! Tudo é ilusão, vaidade! Nada faz sentido!” (Eclesiastes 12:8)

O medo de perder ou estar perdendo algo – ou FOMO (Fear Of Missing Out, em inglês) – é uma coisa fascinante. Especialmente quando você considera que ele é amplamente desencadeado pelo dispositivo digital que você carrega consigo.

O FOMO foi cunhado pela empresária da internet Caterina Fake em 2011. Isso foi (não por coincidência) cerca de um ano após a mídia social ter se tornado popular.

“As mídias sociais nos tornou ainda mais conscientes das coisas que estamos perdendo”, escreveu Caterina na definição do post do blog . “Você está em casa sozinho, mas as atualizações de status de seus amigos contam uma grande festa acontecendo em algum lugar.”

É bem ali no meio da hierarquia de necessidades de Maslow (imagem abaixo) – as necessidades da base devem ser satisfeitas primeiro que aquelas que se encontram no topo. Precisamos de laços sociais, pertencimento e um senso de conexão com os outros. Não há problema com isso, mas no topo da pirâmide está a auto-atualização , que é por definição um empreendimento individual.

Pirâmide de Maslow que traz as necessidades dos seres humanos de forma hirárquica, sendo a base da pirâmide as necessidades que devem ser satisfeitas antes daquelas mais altas. São elas, de cima para baixo: Fisiologia, Segurança, Social, Estima, Realizações pessoais.

Então, como você escalará esse pico máximo se estiver carregando o fardo do FOMO? Em outras palavras, você está realmente satisfazendo sua necessidade de conexão no caminho para o seu melhor eu ou está buscando alguma necessidade menor?

Eclesiastes 6:12

“Sendo assim, quem sabe o que é bom e proveitoso para o ser humano nesta existência, nos poucos dias de sua vida de ilusão, que passa como uma sombra? Quem poderá lhe contar o que acontecerá debaixo do sol depois que ele se for com a morte.”

A DROGA QUE REALMENTE FALTA

Você provavelmente já ouviu falar que os aplicativos de mídia social foram projetados para prendê-lo com doses de dopamina , a substância química do cérebro que nos recompensa por tomar certas ações. Por isso, procuramos o telefone para obter outro resultado do que pensamos ser conexão social, apenas para descobrir atualizações de status que, invariavelmente, nos fazem sentir isolados, apesar da crise química.

Pior, não há nada de urgente ou importante nessas notificações e realmente não há necessidade de executar nenhuma ação. Você está simplesmente sendo manipulado para pior pela tecnologia que deveria melhorar sua vida.

A boa notícia é que você tem o poder de ignorar a sirene do seu bolso traseiro e mirar mais alto. O antídoto emocionalmente inteligente para o FOMO é o JOMO (Joy Of Missing Out, em inglês) – a alegria de perder/ se importar com a vida fora da internet.

ALEGRIA vs FELICIDADE

Todos nós temos isso em nós para desconectar. Isso acontece naturalmente quando grandes mudanças na vida acontecem, como o nascimento de um filho ou a morte de um ente querido.

De repente, a perspectiva retorna e as fotos de férias de um artista X no Instagram simplesmente não são tão urgentes.

Da mesma forma, você pode optar por ignorar as distrações de impulso, alterar sua perspectiva e se estabelecer na consciência da mente presente. Em vez de procurar um toque irracional de bem-estar sem sentido a partir do seu telefone, você pode encontrar uma maneira de ser muito melhor.

E enquanto estamos nisso, é melhor refazer a alegria também. Afinal, assim como o medo, a alegria é apenas uma sensação passageira, e não o combustível necessário para impulsioná-lo a todo o seu potencial.

A felicidade, por outro lado, é um estado de ser. Ou, como meu professor de mediação chama, “uma suprema satisfação interior”.

Quando você retira seu tempo dizendo apenas não à dopamina superficial da mídia social, começa a explorar sua própria química de felicidade. Por ser mais intencional e fazer escolhas conscientes, você realmente aumenta seu JOMO.

Abençõe outras pessoas:

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén

RECEBE MAIS TEXTOS COMO ESSE NO SEU E-MAIL

NÃO PERCA A CHANCE DE SER ABENÇOADO!!