Dia a dia, Meditação/Leitura Rápida

Os Danos Da Fofoca

Fundo azul do céu com nuvens brancas. Uma mão segurando uma pena branca.

Um homem perverso provoca discórdia e uma fofoca separa amigos íntimos.” (Provérbios 16:28)

Um velho provérbio conta a história de uma pessoa que repetiu fofocas – alguns boatos sobre um vizinho. Logo, toda a comunidade ouviu o boato. Mais tarde, a pessoa que espalhou as fofocas descobriu que o boato era falso. A pessoa ficou muito triste e foi até um ancião da comunidade que tinha uma reputação de grande sabedoria para procurar conselhos. O ancião disse à pessoa: “Vá para sua casa e tome um travesseiro de penas do lado de fora. Rasgue-o e espalhe as penas, depois volte para mim amanhã. A pessoa fez o que o ancião havia instruído. No dia seguinte, a pessoa visitou o ancião. O ancião disse: “Vá pegar as penas que você espalhou ontem e traga de volta para mim.” A pessoa foi para casa e procurou as penas, mas o vento as tinha levado embora. A pessoa voltou ao ancião e disse: “Não encontrei nenhuma das penas que eu espalhei ontem. ”“ Você vê ”, disse o ancião,“ é fácil espalhar as penas, mas impossível recuperá-las. Assim é com as fofocas; não é preciso muito para espalhar palavras ofensivas, mas, uma vez que você o faça, nunca poderá desfazer completamente o dano.”

A fofoca é uma daquelas áreas da vida cristã que mais precisa ser cuidada – por causa do dano potencial que causa – mas tão difícil para muitos de nós ficarmos sob controle. É muito fácil para nós, dentro da comunidade cristã, fofocar sobre os outros, muitas vezes dentro de nossa própria comunidade de fé, porque fazemos isso sob a bandeira do “compartilhar”. Nós “compartilhamos” com os outros o “problema” de um amigo porque queremos que outros orem por eles. A realidade é, no entanto, que são apenas fofocas. A fofoca é boa. É bom saber algo sobre outra pessoa e compartilhá-la com outra pessoa. No entanto, mesmo com os melhores motivos, “compartilhar” se transforma facilmente em “fofocas” e causamos danos, como o provérbio aponta, que não podemos desfazer completamente.

Fundo azul.
Desenho de uma mulher de perfil cobrindo a boca ao falar no ouvido de um homem com cara de surpresa.

Nada é mais mortal para os relacionamentos do que espalhar falsos boatos e fofocas. O sábio mantém sua língua sob controle. Na próxima vez que você for tentado a fofocar, lembre-se do provérbio das penas e como suas palavras, uma vez que causam danos, podem nunca ser completamente desfeitas. Peça a Deus que lhe dê a sabedoria e as forças necessárias para resistir ao desejo de fofocar.

FICANDO MAIS PROFUNDO:

1. Você machucou alguém recentemente fofocando sobre ele ou ela, mesmo no contexto de “compartilhar”? Se sim, você está disposto a pedir perdão?

2. O que você pode fazer para evitar fofocar sobre os outros hoje?

LEITURA ADICIONAL:

Levítico 19:16 “Não andarás como mexeriqueiro entre o teu povo; não te porás contra o sangue do teu próximo. Eu sou o Senhor.”

Provérbios 10:19 “Na multidão de palavras não falta pecado, mas o que modera os seus lábios é sábio.”

Abençõe outras pessoas:

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén

RECEBE MAIS TEXTOS E MEDITAÇÕES COMO ESSE NO SEU E-MAIL

NÃO PERCA A CHANCE DE SER ABENÇOADO!!