Sign in
Antonio Carlos Costa
3 hours ago·2 min read
1. Nascemos do desejo de oferecer companheirismo aos cristãos que não congregam em igrejas evangélicas em razão da aliança feita por pastores com o bolsonarismo e da falta de ensino sólido das Escrituras.
2. É melhor ouvir pregação online por meio da qual o evangelho é proclamado do que ouvir pregação presencial por meio de pastores que não falam coisa com coisa.
3. Não temos gasto com prédios. Usamos casa, sala, sombra de árvore.
4. Ninguém é constrangido a dar dízimo.
5. Estimulamos os que não frequentam nenhuma igreja e decidiram caminhar conosco a formarem pequenos grupos de cinco a dez pessoas.
6. O cultos são transmitidos todo domingo às 18h, da cidade de Teresópolis, pelo meu canal de YouTube. Há uma liturgia, as pregações são feitas por mim e a ceia é ministrada uma vez por mês.
7. Subscrevemos o Credo Apostólico e as Confissões de Fé Reformadas.
8. Nascemos com o DNA do compromisso com o combate à miséria, a defesa dos direitos humanos e a luta pela da liberdade.
9. Não temos vínculo denominacional.
10. Todos são livres para permanecer e partir. Não cobramos de ninguém fidelidade eterna. Se um membro da RPI encontrar uma igreja saudável na cidade onde mora, será estimulado a nos deixar e nela congregar com alegria.
11. Ainda estamos formando uma eclesiologia a fim de darmos conta de tudo o que está acontecendo: cristãos sem igreja, num contexto de comunicação de excelente qualidade de imagem e som por meio das redes sociais.
12. Acreditamos que essas pequenas igrejas propiciarão a comunhão cristã, diluirão a sobrecarga do cuidado pastoral e viabilizarão a evangelização do país.
13. Haverá treinamento e critérios cristãos para a seleção dos que cuidarão dessas pequenas igrejas.
14. Não temos vínculo político-partidário, nem trabalhamos para nenhum político profissional.
15. Não somos apolíticos.
16. Em breve, disponibilizaremos atendimento pastoral online e classes de escola dominical.
17. Formaremos uma rede nacional de oração por reforma e avivamento nas igrejas do país.
18. Investiremos na obra missionária.
19. Como tudo é novo, estamos abertos a críticas, novas ideias e palavras de encorajamento.
20. Todos os que quiserem se juntar a nós deverão se inscrever no nosso WhatsApp e Telegram.
Fundador da ONG Rio de Paz, teólogo e jornalista.

1


1
Fundador da ONG Rio de Paz, teólogo e jornalista.

source