Sign in
Antonio Carlos Costa
Just now·2 min read
Assim que, em 2018, comecei a denunciar a aliança que pastores e igrejas fizeram com o bolsonarismo, mensagens me foram enviadas do país inteiro, por meio das quais pessoas falavam da sua desilusão, revolta e consequente desejo de largar suas igrejas. E foi o que muitas fizeram.
Estamos hoje diante de um problema. Autênticos cristãos testemunham não saber mais onde congregar.
Decidi fazer algo por essa gente preciosa, enquanto uma solução melhor não é encontrada. Alguns amigos e eu demos início, na cidade de Teresópolis, à transmissão de um culto cujo objetivo é manter esses irmãos conectados à igreja.
Esses encontros funcionam da seguinte maneira:
1. Temos uma liturgia: adoração, confissão, ações de graças e súplica.
2. O evangelho é proclamado.
3. O sacramento da ceia é ministrado.
4. Os que nos acompanham são estimulados a formar grupos de cinco a dez pessoas. Desse modo, todos têm a demanda relacional também suprida.
Em breve, daremos início à escola dominical e aconselhamento.
Não há dízimo. As ofertas para a manutenção do trabalho devem ser espontâneas. Todos são livres para permanecer e para sair. Se encontrarem nas suas cidades uma verdadeira igreja para congregar, serão estimulados a fazê-lo com alegria.
Por enquanto, estamos chamando esse movimento de Rede de Pequenas Igrejas. Nossos encontros são transmitidos pela mais famosa rede social de vídeo, em tempo real, todo domingo, às 18h. Imagem e som de cinema.
Termino com uma mensagem que recebi semana passada, enviada por uma irmã em Cristo que nos acompanha: “Tenho distrofia muscular progressiva e já estou bastante debilitada (não consigo andar). Nas últimas vezes que fui à igreja que frequentava, já estava bem difícil. Precisava fazer um sacrifício para ir e voltar, e as mensagens não davam sentido à toda dificuldade enfrentada. Obrigada, meu Deus, por não me deixar desigrejada”.
Já está valendo a pena.
Fundador da ONG Rio de Paz, teólogo e jornalista.
Fundador da ONG Rio de Paz, teólogo e jornalista.

source