Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros. Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus. – Filipenses 2: 3-5

Foi um Halloween recorde. Eu tinha gostado de doces ou travessuras até minha fronha estourar nas costuras. Eu mal podia esperar para chegar em casa e vasculhar todos os meus doces suados. Avidamente, vasculhei minhas novas posses premiadas, pensando nos direitos de me gabar que teria na escola no dia seguinte quando as pessoas vissem meu saque.

Meus pais entraram durante esse processo, no entanto, para me informar que metade da minha pilhagem seria destinada a crianças doentes demais para doces ou travessuras. Escusado será dizer que não gostei dessa idéia. Tentei puxar algumas caixas de passas para essas crianças, mas no final, metade dos meus bens foi levada e entregue à caridade. Fiquei de mau humor por semanas depois, especialmente durante os principais momentos de troca de doces na escola.

Paulo escreve aos filipenses, incentivando-os a colocar as necessidades dos outros antes das suas. Foi um apelo à unidade, um apelo a ser focado nos outros. É fácil e natural cuidar e cuidar apenas de nós mesmos, mas o Senhor quer que procuremos mais do que apenas o número um . Ele nos diz para cuidar dos órfãos, das viúvas e dos oprimidos. Ele nos diz para amar nossos vizinhos. Compreender que todos são iguais aos olhos de Deus nos ajuda a andar com verdadeira humildade. Isso nos permite trabalhar melhor em conjunto com aqueles em nossa igreja, bairros e comunidades quando percebemos que nossas necessidades não são maiores que as necessidades de outros.

Ainda existem áreas da minha vida hoje em que me pego pensando apenas em mim. É fácil ficar tão envolvido comigo – minha agenda, meus problemas, minhas tensões – que não tenho tempo para pensar no que os outros ao meu redor estão passando. Assim, todos os dias, tento pedir ao Senhor que me dê um espírito humilde e um olho para as necessidades dos outros. O egoísmo pode arruinar amizades, relações de trabalho e, finalmente, nos afasta ainda mais de Cristo. Para ser semelhante a Cristo, devemos colocar os outros antes de nós mesmos.

FICANDO MAIS PROFUNDO:

1. Em que áreas da sua vida você encontra dificuldades com o egoísmo?

2. Como você pode começar a mudar essas áreas centradas em mim para ter um coração que realmente cuide do interesse dos outros?

LEITURA ADICIONAL:

Provérbios 18: 1 – Busca satisfazer seu próprio desejo aquele que se isola; ele se insurge contra toda sabedoria.

Tiago 3: 13-18 – Quem é sábio e tem entendimento entre vocês? Que o demonstre por seu bom procedimento, mediante obras praticadas com a humildade que provém da sabedoria.

Contudo, se vocês abrigam no coração inveja amarga e ambição egoísta, não se gloriem disso, nem neguem a verdade.

Esse tipo de “sabedoria” não vem do céu, mas é terrena, não é espiritual e é demoníaca.

Pois onde há inveja e ambição egoísta, aí há confusão e toda espécie de males.

Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera.

O fruto da justiça semeia-se em paz para os pacificadores.