Dia a dia

A multidão e eu…

Você reparou como estamos vivendo um tempo de insaciável insatisfação com tudo?

Eu já senti isso, mais de uma vez, e confesso que a primeira vez que isso aconteceu fiquei bastante envergonhada, pois não posso reclamar de absolutamente nada a respeito da vida que levo, mas por mais de uma vez me vi pensando em querer mudar, querer experimentar coisas  novas, fazer e acontecer. Parece bobo, mas percebi isso quando me vi obrigada a pegar o metrô da maior cidade do nosso país, d i a r  i a m e n t e. Meus Deus, não tem como alguém se sentir só naquele lugar! Mas a questão não é essa, a questão é que eu estava me sentindo mais uma na multidão. E aquilo mexeu muito comigo.

Quando vemos o ministério de Jesus, podemos notar que por onde Ele passava, uma multidão O seguia. Multidão. A palavra multidão revela um grande número de pessoas em um mesmo lugar, mas que não têm necessariamente objetivos em comum, exatamente o que acontece no metrô de São Paulo! Certamente naquela multidão que seguia Jesus também não havia objetivo comum entre as pessoas: haviam curiosos, invejosos, carentes, descrentes, sedentos por cura e tantos outros;  Mas repare que além da multidão, haviam 12 homens especiais, que não voltavam pra casa ao final do dia, não estavam de passagem ou só aproveitando o momento ou o movimento, mas recebiam um tratamento diferenciado, e viviam experiências incríveis, diferentes, que iriam fazer e acontecer na história da humanidade. Então a minha ficha caiu!

Viver por viver me faria ser mais uma na multidão! Mas aceitar ao convite de Jesus, segui-Lo e obedecê-Lo me traria a satisfação da plenitude, viver aventuras incríveis e surpreendentes!

Quando Jesus nos convida, temos três opções: ignorá-Lo (e fazer parte de uma multidão); segui-Lo (com uma outra multidão) ou aceitá-Lo abrindo mão de tudo para andar com Ele e assim viver em novidade de vida, receber tratamento, treinamento e ser usado pelo Espírito Santo, e isso sim é sair da mesmice!

Quando Jesus chamou Pedro para se tornar pescador de homens, ele não chamou para fazer parte da multidão. Quando Ele fala da grande comissão, não é para fazermos parte da multidão. Eram 12 homens que não faziam parte da multidão, mas estava ali, na multidão. Eles renunciaram suas próprias vidas para viver coisas incríveis! Tenho certeza que quando Jesus nos chama, não é para sermos mais um na multidão. Percebe a diferença? Passei então a ver todas as coisas com outros olhos (os de Deus) e a viver coisas incríveis, mesmo andando na multidão.

Abençõe outras pessoas:

Deixe uma resposta

Theme by Anders Norén

RECEBE MAIS TEXTOS E MEDITAÇÕES COMO ESSE NO SEU E-MAIL

NÃO PERCA A CHANCE DE SER ABENÇOADO!!