Muitas instituições de caridade que ajudam pessoas com diferentes necessidades dependem de doações de roupas, moveis e coisas que são dadas por pessoas que não mais d ou daqueles que têm mais do que o suficiente.

É sempre bom dar de presente as coisas que não utilizamos mais para beneficiar os outros, mas muitas vezes nos ficamos resistentes com nossas coisas de valores que usamos todos os dias.

Quando Paulo estava preso em Roma, ele precisava de incentivo e a companhia de amigos de confiança para continuar, no entanto ele enviou dois de seus companheiros mais próximos para ajudar os seguidores de Jesus em outra cidade (Filipenses 2:19-30). “Espero no Senhor Jesus enviar-lhes Timóteo brevemente, para que eu também me sinta animado quando receber notícias de vocês. Não tenho ninguém como ele, que tenha interesse sincero pelo bem-estar de vocês” (Filipenses 2:19-20)

E, “Contudo, penso que será necessário enviar-lhes de volta Epafrodito, meu irmão, cooperador e companheiro de lutas, mensageiro que vocês enviaram para atender às minhas necessidades. ” (Filipenses 2:25). Paulo deu livremente aos outros o que ele mais precisava para si mesmo.

Tudo o que sentimos que é o “mais valorizado” em nossas vidas hoje, poderia ser de grande benefício para alguém que conhecemos. Pode ser o nosso tempo, amizade, incentivo, um ouvido atento, ou uma mão amiga.

Quando damos o que o Senhor nos deu, Ele é honrado, outros são ajudados e nós somos abençoados.

Oração da Meditação:

Senhor, mostra-me ao que devo me desapegar e se alguém precisar dele, abra meu coração e minhas mãos e me ajuda a entrega-lo hoje.

Escrito por David Mccasland adaptado e traduzido por Kaio Henrique