Abrindo mão

Muitas instituições de caridade que ajudam pessoas com diferentes necessidades dependem de doações de roupas, moveis e coisas que são dadas por pessoas que não mais d ou daqueles que têm mais do que o suficiente.

É sempre bom dar de presente as coisas que não utilizamos mais para beneficiar os outros, mas muitas vezes nos ficamos resistentes com nossas coisas de valores que usamos todos os dias.

Quando Paulo estava preso em Roma, ele precisava de incentivo e a companhia de amigos de confiança para continuar, no entanto ele enviou dois de seus companheiros mais próximos para ajudar os seguidores de Jesus em outra cidade (Filipenses 2:19-30). “Espero no Senhor Jesus enviar-lhes Timóteo brevemente, para que eu também me sinta animado quando receber notícias de vocês. Não tenho ninguém como ele, que tenha interesse sincero pelo bem-estar de vocês” (Filipenses 2:19-20)

E, “Contudo, penso que será necessário enviar-lhes de volta Epafrodito, meu irmão, cooperador e companheiro de lutas, mensageiro que vocês enviaram para atender às minhas necessidades. ” (Filipenses 2:25). Paulo deu livremente aos outros o que ele mais precisava para si mesmo.

Tudo o que sentimos que é o “mais valorizado” em nossas vidas hoje, poderia ser de grande benefício para alguém que conhecemos. Pode ser o nosso tempo, amizade, incentivo, um ouvido atento, ou uma mão amiga.

Quando damos o que o Senhor nos deu, Ele é honrado, outros são ajudados e nós somos abençoados.

Oração da Meditação:

Senhor, mostra-me ao que devo me desapegar e se alguém precisar dele, abra meu coração e minhas mãos e me ajuda a entrega-lo hoje.

Escrito por David Mccasland adaptado e traduzido por Kaio Henrique


Publicado

em

por

Tags:

Comentários

2 respostas para “Abrindo mão”

  1. Avatar de Adriana Nascimento
    Adriana Nascimento

    A vida abundante se resulta neste movimento , leve , de se perceber necessário ao próximo . Digo leve, no sentido de ser uma atitude natural, dos que de fato entenderam a mensagem do evangelho de Cristo. Por vezes vemos movimentos “forçados” de boas obras , religiosos promovendo suas boas ações sob os holofotes de suas instituições . Oro a Deus para me fazer necessária onde fato serie necessária . Nada mais do que no Reino de Deus , no meu caminhar . Um abraço Kaio . Belo texto .

    1. Avatar de Kaio Henrique

      Realmente, acho que deveriam ser feitas como o Jejum (“Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas, pois eles mudam a aparência do rosto a fim de que os outros vejam que eles estão jejuando. Eu digo verdadeiramente que eles já receberam sua plena recompensa. Ao jejuar, arrume o cabelo e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê em secreto. E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará.” Mateus 6:16-18) Evitando qualquer gloria para si. Obrigado!

Deixe uma resposta