“Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado. Fará coisas ainda maiores do que estas, porque eu estou indo para o Pai.
E eu farei o que vocês pedirem em meu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho.
O que vocês pedirem em meu nome, eu farei”.”

João 14:12-14

Essas palavras de Jesus, por mais desconcertantes que sejam, são poderosamente inspiradoras e encorajadoras quando você as pondera no contexto delas. E quero dizer poderoso para sua vida hoje e amanhã.

Palavras para a sua vida e a nossa união

E essas palavras de Jesus em João 14: 12–14 são diretamente relacionadas à sua vida e à nossa vida nesses dias. O que elas dizem é que todos nós que cremos em Jesus continuaremos com sua obra e, de alguma maneira maravilhosa, faremos algo maior do que as obras de Jesus, e como um meio para esse fim, teremos acesso em oração a Jesus hoje, de modo que que tudo o que precisamos, podemos pedir e receber.

Então, vamos pegar essas três partes do texto, uma de cada vez: (1) Todos nós que cremos em Jesus continuaremos com sua obra. (2) De alguma maneira maravilhosa, todos faremos algo maior do que as obras de Jesus. (3) E como um meio para esse fim, teremos acesso em oração a Jesus hoje, para que tudo o que precisarmos possamos pedir e receber.

1. Realização da obra de Jesus

João 14:12a “Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado.” 
Duas observações cruciais: Primeiro, sua promessa não é feita apenas aos apóstolos, mas a todos os que crêem. E segundo, é uma promessa que faremos as obras de Jesus. Ainda não é uma promessa que faremos obras maiores, apenas as obras de Jesus.

Apenas Cristianismo Normal
É uma promessa para todos os crentes. Isso é surpreendente. Portanto, não há exclusão aqui se você é cristão. Você não deve pensar: ah, isso é para pastores, cristãos veteranos, cristãos altamente espirituais, maduros, cristãos profissionais, missionários, anciãos, evangelistas ou cristãos dotados. Não. O texto diz: “Aquele que crê em mim“. Os crentes, puros e simples, farão os trabalhos que eu faço. Já vimos essa frase exata antes: “Aquele que crê em mim”.

  • “aquele que crê em mim nunca terá sede.” João 6:35
  • Quem crer em mim […] do seu interior fluirão rios de água viva“. João 7:38
  • “Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá” João 11:25
  • “aquele que crê em mim não permaneça nas trevas” João 12:46

Em outras palavras, isso é cristianismo normal. É isso que significa ser cristão. Crer em Jesus é o que o une a Ele para a vida eterna. Então, quando a bíblia diz: Quem crê em Jesus fará isso ou aquilo, está descrevendo a vida cristã normal.

Essa é a primeira observação: a promessa no versículo 12 não é feita somente aos apóstolos, mas a todos que crêem.


Todos os crentes farão o seu trabalho
A segunda observação é que Jesus promete que todos os crentes farão suas obras. Ainda não é uma promessa que faremos obras maiores, apenas as obras de Jesus. O verso 12a diz:“Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado.” 
Agora criamos problemas para nós mesmos imediatamente, pensando nos milagres mais surpreendentes de Jesus. Por exemplo, no evangelho de João:

  • Jesus transformou água em vinho (João 2: 1–11).
  • Ele leu a mente da mulher de Samaria (João 4:18).
  • Ele curou o filho do oficial (João 4: 46–54).
  • Ele curou o homem aleijado por 38 anos (João 5: 1–9).
  • Ele alimentou 5.000 pessoas com cinco pães e dois peixes (João 5: 1–14).
  • Ele andou sobre a água (João 6:19).
  • Ele curou um homem nascido cego (João 9: 1–7).

E ele ressuscitou Lázaro dentre os mortos, depois de quatro dias na sepultura (João 11: 43–44). O que Jesus quis dizer quando disse: :“Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado.” ? Jesus quis dizer que todo cristão faria tudo isso? Ou que todo cristão faria um ou dois deles? E se você não fez nenhum deles, isso quer dizer que você não crê em Jesus?

Não é bem assim, em vista do fato de que nas cartas do Novo Testamento, onde milagres são mencionados, eles são um presente que alguns cristãos têm e não outros. Por exemplo, em 1 Coríntios 12, Paulo diz:

“A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum. Pelo Espírito, a um é dada a palavra de sabedoria; … a outro, fé, pelo mesmo Espírito; a outro, dons de cura, pelo único Espírito; a outro, poder para operar milagres …  São todos apóstolos? … Têm todos o dom de realizar milagres? … Falam todos em línguas?”
1 Coríntios 12: 7-10; 29-30

Bem, se Jesus não quer dizer que todos os crentes farão milagres como os dele, o que ele quer dizer quando diz: “Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado.”? Vamos examinar atentamente as conexões aqui e depois por um ponto de vista mais amplo.

Obras para acreditar
Primeiro, a conexão entre o versículo 11 e 12. Versículo 11: “Creiam em mim quando digo que estou no Pai e que o Pai está em mim; ou pelo menos creiam por causa das mesmas obras.” (João 14:11) Portanto, a palavra “crer” e “obras” ocorrem juntas no versículo 11, assim como elas se reúnem no versículo 12. As obras de Jesus são projetadas para ajudar as pessoas a acreditar. Certo? “Acredite por causa das obras.”. Se meu testemunho verbal está deixando dúvidas em sua mente sobre quem eu sou, olhe para minhas obras. Deixe que as obras se juntem às minhas palavras e o levem à fé. É o que o versículo 11 diz.

Em seguida, o versículo 12 segue: “Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado.” Agora junte os versículos 11 e 12 e permita que a função das obras seja a mesma nos dois versículos. Verso 11: minhas obras funcionam para levar as pessoas à terem fé em mim. Verso 12: quando você acredita em mim, trabalharei em você (como uma videira trabalha em um ramo, João 15: 1–7), e suas obras, como a minha, levarão as pessoas à fé.

Portanto, a conexão entre os versículos 11 e 12 é assim: acredite em mim por causa de minhas obras – deixe que minhas obras o levem à fé (versículo 11), porque quem acredita em mim (versículo 12a) também fará obras que conduzem as pessoas acreditar em mim.

Obras que apontam para Jesus

Portanto, quaisquer que sejam as obras específicas que Jesus tem em mente, o que as define aqui é que elas são indicadores de Jesus que ajudam as pessoas a acreditar nele. Eles são uma testemunha, juntamente com as palavras de Jesus, que levam as pessoas à fé. É o que as obras dEle fazem, e Ele está dizendo que também é o que as obras de todos os crentes fazem.  “Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado.” – as obras que apontam as pessoas para a fé. Se você crê em Jesus, é assim que é a sua vida. Suas obras, sua vida é uma demonstração da confiabilidade de Jesus.

Aqui está outro suporte para isso. Se procurarmos a frase do versículo 12a, “as obras que tenho realizado.”, ocorre em outro lugar em João, isto é, João 10:25, “Jesus respondeu: “Eu já lhes disse, mas vocês não crêem. As obras que eu realizo em nome de meu Pai falam por mim”. Novamente, a função das “obras” em João 10:25 é exatamente a mesma que aqui em João 14: 11–12. As obras que eu realizo em nome de meu Pai falam por mim.

Então, pelo menos, podemos dizer com confiança que em João 14: 12a Jesus assegura que todos os crentes serão marcados por isso: eles estarão tão unidos a Jesus que continuarão Sua obra por Seu poder e farão os tipos de coisas que serão necessárias. “Testemunhe” sobre Jesus. Suas obras apontarão as pessoas para Jesus, e através de Jesus para o Pai.

Em sua oração em João 17, Jesus orou: “Eu te glorifiquei na terra, completando a obra que me deste para fazer.” (João 17:4).Sua obra foi o que Ele fez para chamar a atenção para a glória de seu Pai. 


Em João 13:35, Jesus disse: “Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros”.” (João 13:35). Uma vida de amor chamará a atenção para a verdade de Cristo e a realidade de nossa nova vida nEle. 

E em Mateus 5:16, Jesus disse: “Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus”.” (Mateus 5:16). Os cristãos são definidos por obras ou vida que fluem da fé em Jesus e aponta para a glória de Jesus.


Portanto, concluo que, por mais que  muitos cristãos possam dar presentes de milagres e curas, todos eles (e é disso que trata o texto: “aquele que crê em mim”) – todos eles farão as obras de Jesus no sentido que todas as suas obras de todo tipo atestam Sua verdade e divindade. E todo cristão faz essas obras – isto é, vive esta vida. Nós somos o aroma de Cristo. Nós somos a luz do mundo. Nós estávamos mortos. E estamos vivos, “Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que nós as praticássemos.” (Efésios 2:10). Uma vida de palavras e ações que ajudam as pessoas a acreditarem em Jesus. Essa é a primeira parte do nosso texto: versículo 12a:  “Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado.”

2. Fazer obras maiores que Jesus

A segunda parte deste texto (João 14: 12b) é que, de alguma maneira maravilhosa, todos faremos algo maior do que as obras de Jesus. “Digo-lhes a verdade: Aquele que crê em mim fará também as obras que tenho realizado. Fará coisas ainda maiores do que estas, porque eu estou indo para o Pai.”

Novamente, é todo crente, não apenas os apóstolos, não apenas pastores ou anciãos, carismáticos ou evangelistas. “Aquele que crê em mim. . . Fará coisas ainda maiores do que estas”. Esta é a marca de ser cristão, não de apóstolo.

Se você acha que “obras maiores” significam “mais milagrosas”, dificilmente excederá a caminhada sobre a água, alimentando cinco mil com cinco pães e dois peixes e ressuscitando os mortos. Não conheço nenhum cristão que já tenha vivido – dentro ou fora do Novo Testamento – que tenha feito todos os três milagres, muito menos algo mais milagroso.

E, novamente, lembre-se de que o Novo Testamento nos diz para não esperar por todos os cristãos. “São todos apóstolos? … Têm todos o dom de realizar milagres? … Falam todos em línguas?””A resposta, Paulo espera, é Não (1 Coríntios 12: 29–30). O que significa que quando Jesus disse: “Aquele que crê em mim. . . Fará coisas ainda maiores do que estas, porque eu estou indo para o Pai.”, ele provavelmente não quis dizer que todo cristão deveria fazer coisas mais milagrosas que Jesus – pelo menos não mais espetacularmente milagroso. Nenhum apóstolo, nenhum missionário, nenhum cristão jamais fez isso.


Duas pistas para maior clareza

Então, o que ele quer dizer? Existem muitas sugestões e não pretendo ter a palavra final ou decisiva aqui. Mas aqui está o que eu vejo. Existem duas pistas que me levam a crer desta forma. A primeira é a frase no final do versículo 12, “porque eu estou indo para o Pai.” (João 14:12b). E a outra pista é o texto que vemos na Páscoa. Jesus disse aos seus discípulos depois que ele ressuscitou dentre os mortos:

“Novamente Jesus disse: “Paz seja com vocês! Assim como o Pai me enviou, eu os envio”. E com isso, soprou sobre eles e disse: “Recebam o Espírito Santo. Se perdoarem os pecados de alguém, estarão perdoados; se não os perdoarem, não estarão perdoados”.”
João 20:21-23

Assim, em João 14:12, Jesus está dizendo que seus discípulos não apenas continuarão suas obras, mas farão maiores porque ele vai ao Pai. E a caminho do Pai, ele vai para a cruz e dá a vida pelas ovelhas (João 10:15; 1:29), ressuscita dos mortos e sobe a Deus, de onde envia o Espírito Santo para que os discípulos possam fazer as obras para as quais são chamados.

E em João 20: 21–23 ele está dizendo que seus discípulos devem continuar sua obra recebendo o Espírito Santo e, nesse poder, transmitindo o perdão dos pecados em nome de Jesus – com base na morte e ressurreição de Jesus.

Existe, na conexão entre João 14:12 e João 20: 21–23, um indicador do que Jesus quer dizer com as maiores obras que todos eles farão? Minha sugestão é a seguinte: o que é novo e maior é que nunca antes na história do mundo alguém jamais foi perdoado pela fé no Cristo já crucificado, já ressuscitado, reinante e habitante.

Toda a salvação até agora tinha sido por antecipação, por promessa do redentor vindouro. Mas agora – agora que Jesus foi ao Pai, agora que ele foi crucificado, sepultado, ressuscitado, exaltado e enviado na pessoa do Espírito Santo – a grande compra de perdão por substituição foi concluída de uma vez por todas.

Portanto, acho que Jesus teria dito: “Mesmo quando perdoei pecadores durante minha vida terrena, perdoei-os antecipando isso. Mas você os perdoará em meu nome, com base nisso. O Espírito em você será o Espírito do Cristo crucificado e ressuscitado. A mensagem que você prega não será um resgate prometido, mas um resgate pago, um pagamento completo, uma propiciação terminada.”

Suas obras maiores

Quais são as “grandes obras” que vocês farão – todos vocês? Você receberá o Espírito Santo como o Espírito do Cristo crucificado e ressuscitado. Antes da ressurreição de Jesus, ninguém na história do mundo havia feito isso, nem mesmo Jesus. E no poder dessa experiência absolutamente nova – a habitação do Cristo crucificado e ressuscitado – suas obras de amor e sua mensagem de vida em união com Cristo apontarão as pessoas para a glória do Filho de Deus ressuscitado, e você será o instrumento de seu perdão com base na obra consumada de Cristo (João 20:23). Isso será novo. Isso será maior do que os milagres terrestres de Jesus, porque é isso que ele veio a realizar com sua morte e ressurreição.

Isso deixa apenas um momento para a terceira parte do texto. E não vou relutar na brevidade, porque essa verdade aparece novamente nos capítulos João 15: 7, 16 e João 16: 23–24.

A primeira parte do nosso texto foi: todos nós que cremos em Jesus continuaremos com sua obra. A segunda parte foi: todos faremos algo maior do que as obras de Jesus. E agora a terceira parte é. . .

3. Tudo o que precisamos, podemos pedir e receber

“E eu farei o que vocês pedirem em meu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho.
O que vocês pedirem em meu nome, eu farei”.”
João 14:13,14

Em outras palavras, “ao procurar continuar meu trabalho no mundo, e ao mesmo tempo em que deixa sua luz brilhar, vive em amor e oferece perdão dos pecados em nome de Cristo crucificado e ressuscitado, peça-me o que você precisar e eu darei a você.” “O que vocês pedirem em meu nome, eu farei”.”

Nenhuma condição como em:

  • Permanecer nele: Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem, e lhes será concedido.” João 15:7.
  • Pedir de acordo com Sua vontade: “Esta é a confiança que temos ao nos aproximarmos de Deus: se pedirmos alguma coisa de acordo com a sua vontade, ele nos ouve. E se sabemos que ele nos ouve em tudo o que pedimos, sabemos que temos o que dele pedimos.1 João 5:14,15
  • Crer que o pedido será concedido: “Portanto, eu lhes digo: tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá.” Marcos 11:24.

Apenas uma condição: “Em meu nome.” Então, Jesus quer dizer que podemos ignorar todas essas outras condições: permaneça nele, pergunte de acordo com sua vontade, acredite em sua palavra? Ou tudo isso está incluído no significado “peça em meu nome”?

É o que eu acho que Jesus diria. Eu te dou o Espírito Santo. Eu lhe dou o poder do Cristo crucificado e ressuscitado. E agora eu prometo que você pode pedir qualquer coisa em meu nome para esta missão – para a glória de meu Pai.

“Em meu nome!” Ou seja, para a minha fama e não a sua. Por causa do meu valor divino e do meu pagamento infinito na cruz. E de acordo com minha sabedoria soberana. Coloque todos os pedidos nesse filtro – minha fama, meu valor, meu sacrifício, minha sabedoria. E toda oração será respondida. Você terá tudo o que precisa para fazer as obras que eu faço, e até as maiores.

Abençõe outras pessoas: