Deus não responde, ou nós quem não ouvimos?

Por muito tempo não conseguia ouvir a voz de Deus ou entender a vontade dEle. Tudo isso porque esperava que Deus magicamente falasse comigo a qualquer momento que eu solicitasse.
Quando ouço a voz do meu esposo, mãe, pai, reconheço de longe. Reconheço todos os tons. Sei quando a voz está embargada e quando está feliz. Isso porque minha intimidade com eles me permite que eu conheça a voz de quem eu amo, estando perto ou longe. Sussurrando ou falando alto.
Quando me dediquei a passar um tempo com Ele, O conheci. Ao abrir a Bíblia e ter um momento de qualidade, reconheci a voz que sempre falou, mas que pela familiaridade, eu não reconhecia.
Deus fala claramente através de Sua palavra. Através do meu conhecimento da Sua vontade. Mas enquanto a MINHA voz não silenciar, enquanto EU não me calar, enquanto EU esmurrar a porta ao invés de bater, a voz de Deus não pode sobressair.
Ele conversa no silêncio enquanto eu esperava berros. Ele fala com calma enquanto eu esperava uma agitação.
Será que eu estou perto o suficiente para conhecer Sua voz? Será que Ele não me responde ou eu teimo em não ouvir? Sera que Ele já me respondeu e eu quem não aceito algo diferente do que eu queria?
Foram perguntas que aprendi a me fazer antes de acusar a Deus, que Ele não está fazendo algo que Ele prometeu:
"Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta". Mateus 7:7-8.
Gabriele Sauthier
@faleicomamor
 

(27) 98120-0025

source


Publicado

em

por

Tags:

Comentários

Deixe uma resposta