[…] pois o Senhor corrige ao que ama,
e açoita a todo o que recebe por filho
.” Hb.12.6

Quem é que gosta de disciplina? Quando falamos de disciplina logo pensamos em algo que doi, que machuca, em castigo, em alguém muito bravo com agente não é mesmo?

É muito difícil relacionarmos disciplina com amor, mas é assim que deveríamos relacionar.
Olhando a história do povo de Israel esses dias e comparando com a minha história, vejo que a disciplina está mais relacionada ao amor do que a qualquer outra coisa.

Durante toda a minha vida tenho feito escolhas, nem todas são boas e muitas delas me levam a caminhos que vão me machucar (isso inclui o coração) e me afastar da presença de Deus e sempre foi assim. Minha mãe sempre me deixou livre pra fazer escolhas, mas se essas escolhas me levavam pra um caminho ruim, ela sempre me dava aqueles puxões de orelha ou tirava de mim, como parte da disciplina, as coisas que eu mais gostava. Na hora eu ficava muito brava, chorava, fazia bico, virava a cara e é lógico que não aceitava muito bem, doía, e quem é que gosta do que doi não é mesmo? Afinal “eu sabia o que era melhor pra mim.” Não é assim que agente pensa?

Minha mãe é mais experiente do que eu, é como um pastor de ovelhas, ele sabe que se a ovelha dele for naquela direção ela vai se machucar, então o que ele faz? Usa o cajado pra levá-la a um lugar seguro. Assim é o nosso Deus! É por amor e não por prazer em nos ver sofrer.

Sempre ouvi um provérbio que dizia assim:

O inteligente aprende com os seus próprios erros,
mas o sábio aprende com os erros dos outros
.”

Digo que sempre o ouvi, porque o memorizei e assim tenho tentado caminhar desde a minha adolescência.

Quem sofre com as escolhas erradas somos nós, nós somos os maiores prejudicados com a nossa desobediência. Israel em toda sua história se dava mal quando tentava caminhar sozinho, achando que sabia alguma coisa. Acaso Deus não sabe mais do que os nossos olhos podem ver?

Hoje, quando sou disciplinada por Deus em alguma área da minha vida, procuro não me chatear, mas ver o quanto Ele me ama e notar que se Ele está usando o cajado é porque estou na direção errada, afinal, Ele é o caminho (João 14:6).
Sendo assim, hoje eu amo a disciplina e, sabendo que peco todos os dias, quando não sinto Deus puxando a minha orelha dizendo “volte, que por aí não vai rolar” ou dizendo “continua nessa direção” fico preocupada pois posso estar um pouco longe a ponto de não ouvir a sua voz.

Por qual caminho você tem andado? Está perto ou longe demais da voz daquele que te direciona? Se estiver longe e a disciplina vier, ame a disciplina, até porque o Senhor disciplina a quem ama e tem como filho!  Quer melhor pai do que esse?

Pensamento do dia:
Nós somos os maiores prejudicados ou beneficiados pelas nossas escolhas,
afinal hoje você faz escolhas, amanhã elas fazem você
.”

Prazer em conhecê-los =D.