Existe um trecho de música que eu amo, de uma banda pouco conhecida: A letra traduzida do inglês, fica algo como:
 
“… E vamos lamentar o que perdemos, mas vamos amar o que encontrarmos…” O contexto é uma mudança, e um amor que se foi. 
 
Penso que ilustra bem os sentimentos que temos ao tomar decisões. 
 
Escolhas provocam mudanças, todas as vezes que fazemos escolhas difíceis é exatamente assim: 
Escolher por algo, é deixar de escolher por outro. É lamentar o que se perde, mas amar o que se ganha! 
 
A dor de abrir mão, que muito tem a ver com o nosso amadurecimento, vem pela escolha. 
 
Mas esteja certo, uma decisão tomada, é sempre encontrada pela alegria do novo amanhecer. 
 
O meio do caminho, é o lugar dos indecisos. Só pare lá, se de fato estiver perdido e precisar ponderar com Deus. 
 
O meio do caminho é o lugar dos que querem ser poupados do desconforto, mas que por isso estão sendo privados do destino. 
 
Privados do crescimento, privados do que ainda precisam ir ao encontro, do melhor que ainda vem. 
 
Não construa sua casa no meio do caminho. E se já sabe o que deve fazer, não fique lá mais um dia se quer…
E vai amar o que encontrar! 
 
Com amor, 
@allemonteiro 
Meu livro: "Coragem. Apresente-se à vida".

(27) 98120-0025

source