É forte. Quando li essa frase eu repensei toda a minha vida. Minhas escolhas e entendi que ser seletiva no quesito relacionamento não é um problema.
Antes estar sozinha(o) do que me envolver em um relacionamento totalmente fora do plano de Deus. Um relacionamento cheio de desgastes emocionais. 
Uma coisa a certa: se não está bom agora, no namoro, depois não vai ficar melhor. Não vá com a ideia de que o casamento ou filhos irão consertar o que precisa ser melhorado hoje.
Repare bem como a pessoa te trata. Como trata outras pessoas. Não se contente com menos do que respeito. Não se acomode em relacionamentos que fogem dos princípios bíblicos de paz, perdão, bondade e paciência. 
O namoro é período de conhecer o outro. As suas virtudes. Seus defeitos. É o momento de conhecer a personalidade. O jeito de lidar com os problemas e de como o outro nos trata diante de inúmeras situações. 
Não se case se não estiver bom. Não se case se estiver com dúvidas. Não se case "para ver o que vai dar" antes um namoro terminado que um casamento. Não demore em agir. Em perceber. Porque o tempo passa e o apego pode fazer com que a gente pense que é isso que merecemos: pouco. 
Deus quer que você seja amado(a) e feliz. Não ignore os sinais. Não deixe de lado os princípios bíblicos. A bíblia é clara: o casamento é propósito de Deus. E o que vem dEle é bom e agradável. 
Thamilly Rozendo 
@thamillyyrozendo 
Foto: Egor Vikhev

(27) 98120-0025

source