‘Arranquem primeiro o joio e amarrem em feixes para ser queimado. Depois colham o trigo e ponham no meu depósito.’ “ Mt 13:30b.

Será que você está sendo joio ou trigo? Você sabe mesmo a diferença entre os dois?< 

Por vivermos em uma sociedade de consumo e do descartável onde tudo é relativo, esse pensamento comum acaba sendo introduzido na igreja, de uma maneira tão silenciosa que quando percebemos já está por toda a parte, e isso também afeta o nosso relacionamento com Deus, uma vez que só O procuramos quando nós julgamos necessário.

A palavra de Deus diz o seguinte: “O sacerdote deverá ensinar o meu povo, a saber, o que é santo e o que é comum, a diferença entre o certo e o errado.” (Ezequiel 44:23)

É através de um relacionamento integro com Deus que podemos separar o mundano das nossas vidas. Pois só quando seguimos exclusivamente a vontade d’Ele para nós é que deixamos de lado tudo o que nos separa do amor de Cristo, seja por meio de idolatrias a cantores, pregadores ou até mesmo escritores do nosso meio cristão, ou também através da tecnologia e do comodismo dos nossos lares, quando preferimos passar o dia no facebook, a ter que dedicar pelo menos algumas horas a obra de Deus, ou quando estamos no culto, mas não deixamos o celular de lado nem ao menos na oração por que o último joguinho que instalamos é incrível.

Qual a imagem de cristão que você passa para as outras pessoas? Elas conseguem ver mesmo Deus através de seu comportamento?

Às vezes passamos uma imagem errada das coisas de Deus e nem ao menos percebemos. Atualmente muitos jovens estão indo a igreja por motivos errados, e a isso se dá a razão pela qual esses mesmos não se firmam. Você precisa ter muito cuidado com o que está oferecendo aos seus visitantes/amigos que ainda não aceitaram a Cristo.

Quando entendemos que ser cristão é ser um verdadeiro imitador de Cristo, descobrimos que precisamos refletir em nossas ações exatamente quem Ele é, precisamos viver de tal maneira que leve as outras pessoas a perceberem o quanto Deus é maravilhoso sem precisarmos de falsas promessas para isso.

E o que Cristo é? Ele é amor, perdão, bondade, misericórdia, paz, conforto (sem ser comodismo), e acima de tudo verdade. Quando começarmos a viver isso então verdadeiramente seremos luz em meio as trevas, e estaremos alcançando vidas pelos motivos corretos!

“Qualquer que seja o custo do sofrimento nesta vida terrena… o que quer que Me custe, eu nunca descansarei, nem deixarei vocês descansarem, até que vocês sejam literalmente perfeitos – até que meu Pai possa dizer sem reserva que Ele se agrada com vocês, assim como Ele disse que se agradou comigo. Isto eu posso fazer e o farei. Contudo, não farei nada menos que isto.”

C.S.Lewis