Você conhece a história do patinho feio. Você já se sentiu como ele? Já se sentiu como se fosse diferente dos demais?
O mundo quer te falar que você não se encaixa nos padrões dele. Você não é bonita. Você não é como o mundo quer que você seja. Você não tem a beleza que as modelos e atrizes tem, então, você se sente deslocada.
Você não é atlético e forte. Você não se encaixa nos padrões do mundo, porque você não tem o carro da moda, a roupa da moda ou o cabelo da moda. 
É isso que o mundo quer te falar. É assim que o mundo quer que você se sinta: diferente. Para que você saia em busca de sua personalidade, como o patinho saiu em busca de sua identidade; você deveria sair mundo afora, para descobrir quem é.
Mas o único lugar onde você encontrará sua personalidade e sua identidade é nos braços do Criador. Afinal, Ele que te fez, Ele que te criou. E se Ele quisesse você diferente, Ele o faria. Mas Ele não quis. Ele criou você como Ele quis. E assim como uma cadeira não sai pulando e reclamando ao marceneiro, falando que queria ser maior, mais confortável, mais alta; assim nós também não podemos reclamar ao Criador. Reclamar com Ele por algo em seu corpo que você não gosta, é o mesmo que criticar a criação de Deus.
Você não foi um acidente. Deus te criou e te deu vida, para que você viva essa vida para a honra e glória do Seu nome, não para reclamar pelo que tem ou não tem..
Aquilo que você considera como feiura física, Deus chama de “obra-prima”. Aquilo que você olha no espelho e não gosta, Deus olha direto pra você e se agrada do que criou, porque Ele viu que era bom.
“Porém o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.” 1 Samuel 16:7
Com amor, Pati Geiger
Instagram: @patriciageiger
Foto: Unsplash
 
 

(27) 98120-0025

source